Elen

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3570 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Matéria:Custos Logísticos

TRANSPORTE

FERROVIÁRIO

[pic]
[pic]

Nomes:

Sala: G50

São Paulo 2011

TRANSPORTE FERROVIÁRIO

História da Ferrovias Brasileiras

Até a inauguração das primeiras ferrovias, o transporte de mercadorias no Brasilera feito através de centenas de tropas de muares que levavam a produção agrícola do interior do país aos centros urbanos e portos para exportação. Estima-se que chegavam anualmente ao porto de Santos cerca de 200 mil mulas que transportavam sacas de café e outros produtos. A primeira ação de incentivo á implantação de ferrovias no país se deu em 1828, durante o reinado de Dom Pedro I, onde ogoverno autorizou a construção de estradas (de rodagem e de ferro) no país por meio de Carta de Lei (a chamada Lei José Clemente).

Posteriomente no período da regência provisória foi apresentada a Lei n.º 101, de 31 de outubro de 1835 que outorgava a investidores privados uma concessão de construção e operação por 40 anos de estradas de ferro ligando Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, RioGrande do Sul e Bahia. Apesar dessas ações nenhum investidor demonstrou interesse.

Em 1840, o médico inglês Thomas Cochrane (sogro do escritor José de Alencar e primo-irmão do almirante Thomas Cochrane) obtém uma concessão para a construção de uma ferrovia ligando Rio de Janeiro e São Paulo, sendo esse o primeiro esforço para a implantação do transporte ferroviário no Brasil. Por falta de capitalessa ferrovia nunca foi construída. Anos depois o doutor Cochrane consegue uma concessão e implanta o primeiro sistema de bondes a tração animal do país, no Rio de Janeiro através da Companhia Carris de Ferro.

Velocidade média:

Um trem que transporta minério ele atinge a velocidade média é variável trilhos da Vale do Rio Doce e ALL sua velocidade é de 70 a 80 km/h. Já um tremmetropolitano tipo CBTU atinge 100 km/h, mas a velocidade é legalmente limitada para 60 Km/h.

O custo Logístico gasto em 2004 Segundo a Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) Foi de 7,5 Bilhões de reais. Esse custo equivale a numero de embarcadores com relação as ferovias.

Transporte Ferroviário internacional é aquele efetuado por vagões, puxados por locomotivas, sobretrilhos e com trajetos devidamente delineados, ou seja, não tem flexibilidade quanto a percursos e estão presos a caminhos únicos , o que pode provocar atrasos na entrega das mercadorias em caso de obstrução da ferrovia.

Liga, normalmente, países limítrofes, podendo ser realizado também entre países que não façam, fronteiras entre si m, mas que apresentem condições para tal, tanto em relação ádistancia quanto á viabilidade de custos e condições das ferrovias, cujo trânsito é realizado através de um terceiro ou terceiros países.

O transporte ferroviário não é tão ágil quanto o rodoviário no acesso ás cargas já que as mesmas devem, em geral, ser levadas a ele.

O Brasil tem Aproximadamente 30.000 Km de Ferrovias( contra 150.00 km de rodovias), o que é muito pouco para umpais com nossas dimensões territoriais.

Vantagens do transporte ferroviário

• Menor custo de transporte, em relação ao rodoviário,
• Em geral, está livre de congestionamentos, como ocorre em navios e caminhões, tendo normalmente, caminho livre para executar as viagens;

• pode ter terminais de carga particulares dentro ou próximo as unidadesprodutoras;
• propicia o transporte de grandes quantidades de carga com vários vagões, já que um vagão pode transportar entre 25 e 100 toneladas.

Podemos citar por exemplo, o transporte realizado pelas minerados, em condições de até 204 vagões, com capacidade para 100 toneladas cada, utilizando 3 locomotivas para isto, podendo se incrementado com uma locomotiva no final da composição...
tracking img