Elemento da narrativa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2743 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Do foco narrativo: Contos Novos, de Mário de Andrade

A narrativa é feita na primeira pessoa.
São compostos de muitos elementos autobiográficos e constituem uma sensível construção de memória, pessoal e coletiva.
Na voz do narrador-personagem de Vestido de Preto, O peru de natal, Frederico Paciência e o Tempo da Camisolinha, as experiências mais íntimas são reveladoras de um padrão decomportamento social, com seus princípios e preconceitos.
O narrador permite ao leitor a compreensão de uma época. A realidade histórica é apresentada criticamente, o drama de cada indivíduo tem ressonância na vida coletiva e representa a comunidade.
As situações narradas são mero pretexto para colocar as personagens em cena, pensando sobre si mesmo e sobre os outros sentidos fundamenta a vida, em seusaspectos mais alegres, nos mais tristes, nos indefiníveis.

Da verossimilhança:

A obra relata o desencanto para uns e o desafio para outros, um sentimento de necessidade de participação tomava conta de muitos intelectuais e artistas brasileiros.
Uma atitude fraterna e comunitária foi despertada dentre aqueles que, como Mário de Andrade, tinha preocupações humanitárias.

Escola Literária:No que diz respeito a linguagem e a temática, o modernismo pretendeu construir um projeto nacional de produção intelectual autêntica.

Comparação:

Comparando os Contos Novos com a ficção produzida na década de 30, pode-se afirmar com razão que o discurso mariodeandradiano é de uma oralidade bastante vivo para a época.
O vicabulário, a sintaxe e sobretudo o ritmo de fala brasileira sãomatéria-prima incorporada e trabalhada nos diálogos das personagens e na fala do narrador.
Aliás a pontuação desempenha papel importante na captação daquele ritmo quebrado, próprio da linguagem oral. Assim é quando o narrador se auto-interrompe, se auto-corrige, se auto-confirma, fato estilístico que ocorre com mais frequência nos contos conduzidos em primeira pessoa: "as estrelas me salvaram, davamnela, machucavam muito ela, isto é...muito eu não queria não "(Tempo da camisolinha); Fui heróico, antes fui artista! (Frederico Paciência), parece que o parto fora desastroso, não sei direito...sei que mamãe ficará quase dois meses de cama", "(Tempo da camisolinha)", Eu, isto é, eu com Maria, não fazemos nada" "(Vestida de Preto)".
Do ritmo da conversa, o discurso narrativo do livro guardacertos bordões: "Bom principiou-se a comer em silêncio" "(O Peru de Natal)"; "em mim sucede que a inveja não consegue resolver em ódio" "(Frederico Paciência)", ou ainda expressões fáticas destinadas a avivar a atenção do interlocutor: "Olhem, eu sei que a gente exagera em amor" "(Vestida de Preto)".
O autor tenta passar mensagens semelhantes em todos os contos.

Mensagem:

Mario de Andradecriticava a sociedade medíocre, desumana e acreditava na produção cultural como denunciadora da realidade.
O autor transmite ao leitor, que existe na sociedade mediocridade sem fim.
Do foco narrativo: Contos Novos, de Mário de Andrade

A narrativa é feita na primeira pessoa.
São compostos de muitos elementos autobiográficos e constituem uma sensível construção de memória, pessoal e coletiva.
Navoz do narrador-personagem de Vestido de Preto, O peru de natal, Frederico Paciência e o Tempo da Camisolinha, as experiências mais íntimas são reveladoras de um padrão de comportamento social, com seus princípios e preconceitos.
O narrador permite ao leitor a compreensão de uma época. A realidade histórica é apresentada criticamente, o drama de cada indivíduo tem ressonância na vida coletiva erepresenta a comunidade.
As situações narradas são mero pretexto para colocar as personagens em cena, pensando sobre si mesmo e sobre os outros sentidos fundamenta a vida, em seus aspectos mais alegres, nos mais tristes, nos indefiníveis.

Da verossimilhança:

A obra relata o desencanto para uns e o desafio para outros, um sentimento de necessidade de participação tomava conta de muitos...
tracking img