Electromagnetismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Electromagnetismo
Magnetismo
- Na Electrostática fez-se referência à introdução do conceito de “acção do campo”, por Michael Faraday. Assim, a interacção (atracção ou repulsão) entre cargas eléctricas, deve-se à acção recíproca dos campos eléctricos originados pelas cargas.
- A analogia existente entre as figuras (a) e (b), (c) e (d), (figura 1.1), permite chegar à conclusão daexistência de um campo em (b) e (d), mas de origem diferente, do campo existente em (a) e (c).
- Ao campo de (b) e (d), deu-se o nome de Campo magnético, pois este foi originado por um magnete (Íman).
- As letras N e S, representam os pólos Norte e Sul, do magnete, respectivament.

- Da figura 1.1 (d), também se pode concluir que pólos do mesmo nome repelem-se e de nomes diferentesatraem-se – Lei qualitativa das interacções magnéticas. Para se caracterizar o campo magnético usa-se o vector da indução magnética B.
- As linhas à volta do magnete, figura 1.1 (b) e (d), visualizaam o campo magnético, indicando a forma das linhas do campo, também designadas de linhas de força.
- Os vectores da indução magnética, devem ser tangentes às linhas do campo, (figura 1.2).
-O campo magnético pode, tambem, ser uniforme ou não uniforme. Num campo uniforme, a densidade das linhas de campo é constante, e num campo não uniforme, a densidade das linhas de campo é variável.
- A unidade no SI de campo magnético, é o Telsa (T).
- A grande diferença entre as linhas do campo eléctrico e as linhas do campo magnético, reside no facto de as linhas do campo elétriconascerem nas cargas positivas e morrerem nas
cargas negativas, em quanto que as linhas do
campo magnético são fechadas (não têm pri-
nípio nem fim). Isto deve-se ao facto de não
terem sido descobertas, ate hoje, as cargas
magnéticas, apesar de inúmeras investiga-
ções feitas nesse sentido.
- Aos campos, cujas linhas de força são fechadas, da-se o
nome de Campos rotacionais. Por isso,o campo magntico
é um campo rotacional.

Experiênçia de Oersted
- O efeito magnético da corrente eléctirca foi demonstrado, experimentalmente, por Oerted, em 1920. Pra tal, Oersted colocou uma agulha magnética paralelamente a um condutor percorrido por uma corrente eléctrica, (figura 1.3).
- Nestas condições, o pólo norte da agulha
magnética sofre um desvio para cima. O sen-
tidode desvio da agulha magnética pode ser
determinado pela Regra da Mão Direita.
- Para o efeito, basta colocar a mão direita,
com os dedos esticados, (figura 1.4), e o de-
do polegar aponta o sentido da corrente eléc-trica.
- Os restantes dedos irão indicar o sentido de desvio dp pólo norte da agulha magnética.
- Verificou-se que a agulha (Bússola) é afectada pela presença de umcampo magnético, logo, pela experiênçia de Oersted conclui-se que uma corrente eléctrica (cargas eléctricas em movimento) produz um campo magnético, tal como um íman. Logo, o sentido do campo magnético B e o das linhas de campo coincide com o pólo norte da agulha magnética.

(NOTA: A mão direita deve-se encontrar do mesmo lado da agulha magnética).

Campos Magnéticos Originados porCorrentes Eléctricas
- Os campos magnéticos, originados por correntes eléctricas, podem ter formas diversas, dependendo, apenas da forma do condutor que é percorrido pela corrente eléctrica.
- Porém, iremos fazer apenas o estudo dos campos magnéticos originados por correntes rectilíneas, circulares e hilicoidais (de forma espiral), dada a ampla aplicação prática destes modelos no nossoquotidiano.

Campo Magnético Originado por uma corrente rectilínea
- A direcção e o sentido das linhas de força e dos vectores-
do campo magnético, podem determinar-se com relactiva fa-
cilidade com o auxílio de algulhas magnéticas. A figura 1.5
(a), mostra a disposição das agulhas magnéticas,quando co-
locadas, perpendicularmente, em torno de uma corrente rec-
tilínea (que atravessa um...
tracking img