Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA: KARL MARX, ADAN SMITH E JOHN MAYARD KEYNES



















UBERABA – MG
2013
FERNANDA OLIVEIRA
MATHEUS DONIZETTI
SUELAINE ROSA
VITORIA REZENDE








ECONOMIA: KARL MARX, ADAN SMITH E JOHN MAYARD KEYNES





Trabalho apresentado a Universidade de Uberaba –UNIUBE- como parte de um trabalho no valor de 15,0 pts dado peloprofessor Andre Costa na matéria de Economia.




















UBERABA – MG
2013

FERNANDA OLIVEIRA
MATHEUS DONIZETTI
SUELAINE ROSA
VITORIA REZENDE








ECONOMIA: KARL MARX, ADAN SMITH E JOHN MAYARD KEYNES





Trabalho apresentado a Universidade de Uberaba –UNIUBE- como parte de um trabalho no valor de 15,0 pts dado pelo professor Andre Costa na matériade Economia.






Aprovado em: 29/05/2013
Banca examinadora:







Professor Andre Costa







SUMÁRIO





1. Introducao ........................................................................................... 05

2. Desenvolvimento .................................................................................

2.1 Karl Marx...................................................................................
2.2 Adam Smith ................................................................................
2.3 John Mayard Keynes .................................................................


3. Conclusao ...........................................................................................

4. Referencia...........................................................................................
































INTRODUÇÃO

O trabalho a ser apresentado apresentará as principais idéias, pensamentos, frases e as respectivas bibliografias de Karl Marx, Adam Smith e John Mayard Keynes, enfatizando a vida econômica e política desses pensadores.

Karl Marx


Adam Smith


JohnMayard Keynes



DESENVOLVIMENTO

2.1 KARL MARX

Karl Heinrich Marx nasceu em Tréveris em 5 de maio de 1818 e morreu em Londres, 14 de março de 1883, vivendo 65 anos atuando como um intelectual e revolucionárioalemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista. Marx era filho de um advogado judeu moderadamenteprogressista, que se converteu ao catolicismo quando a situação política e social a isso o aconselharam. Marx deveria herdar a profissão paterna e foi com esse intuito que foi enviado para a Universidade de Bona e de Berlim. Na altura, Hegel era o santo padroeiro do pensamento de língua alemã, o expoente máximo da filosofia e da cultura, a autoridade insofismável — Marx detestou-o. Pelos mesmosmotivos que qualquer pessoa sensata hoje o detesta: o seu estilo grandiloquente, a mania de dizer coisas triviais de maneiras rebuscadas e com a aparência de profundidade, e o pretensiosismo. Marx chegou mesmo a escrever um poema em que escarnece de Hegel, e que hoje poderia ser usado para escarnecer de grande parte do pensamento alemão do século XX. Apesar de detestar Hegel, Marx cedo começou ainteressar-se pela filosofia política e pelos estudos económico-filosóficos. Para consternação do pai, acabou por abandonar o estudo do Direito e dedicou-se ao estudo da Filosofia. Para sua própria consternação, acabou por achar que a filosofia de Hegel era um marco importante da filosofia ocidental, sendo no entanto necessário trazê-la do céu das abstracções espirituais para a terra das preocupaçõessociais e políticas.

Apesar de conduzir uma vida típica de estudante que gosta de pândegas, Marx apaixonou-se por Jenny, com quem viria a casar e a viver feliz toda a vida todavia, só depois de muita pressão por parte de Jenny, cuja família aristocrática era bastante mais rica do que a de Marx, é que ele se decidiu a casar, depois de muitos adiamentos. Aparentemente, Marx sempre colocou a sua...
tracking img