Economia politica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1767 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONSIDERAÇÕES INICIAIS

A Economia somente adquiriu a terminologia de ciência, a partir dos estudos de Adam Smith (1723-1790), ate os dias atuais é considerado como o pai da Economia Política. A partir de sua obra, A Riqueza das Nações(1776), é considerado um marco na história do pensamento econômico já que anteriormente, a Economia fazia parte da filosofia social.
O quechamamos hoje de pensamento econômico, nada mais é do que o estudo da evolução da economia na sociedade, aquele pode ser dividido em dois grandes períodos na sociedade, a fase Pré-Científica e a fase Científica Econômica.
A primeira fase, que chamamos de fase Pré-Científica é subdividida em três períodos, primeiramente a Antiguidade Grega, que se caracteriza por um forte desenvolvimento nosestudos político-filosóficos, posteriormente a Idade Média, repleta de doutrinas teológico-filosóficas e tentativas de moralização das atividades económicas e por fim o Mercantilismo, onde houve uma expansão dos mercados consumidores e consequentemente, do comércio.
A segunda fase, chamada de Científica Econômica, subdivide-se em Fisiocracia, que pregava que o Estado não deveria intervir nasrelações econômicas, Escola Clássica, por esta o Estado deveria intervir para equilibrar o mercado (oferta e procura) através do ajuste de preços e por fim o Pensamento Marxista onde havia a discordância entre a “ordem natural” e a “harmonia de interesses”, defendendo a ideia de que nas relações econômicas sempre haverá a exploração dos operários .











1. MERCANTILISMO
OMercantilismo, data da Idade Média, no momento em que a Europa passava por uma crise com seus metais preciosos, pois não havia como sustentar o crescimento econômico da época, afim de atender o crescimento do comercio. Pelo Mercantilismo a riqueza de uma nação é medida pela quantidade de ouro e prata acumulados que conseguirem acumular.
O principal objetivo do Mercantilismo era fazer com queo Estado fosse fortalecido, por isso neste período é caracterizado pela forte intervenção do Estado na economia com a finalidade de unificar o mercado interno e formar fortes Estados nacionais. Uma outra característica do Mercantilismo esta no incentivo às manufaturas que serviam como matéria prima de exportação e por consequência geração de lucros para o Estado; este período também foraconhecido pelo incentivo à exportação e criação de empecilhos quanto à importação por meio de implantação de tarifas alfandegárias que barrassem a entradas de produtos importados. Além disso, o Mercantilismo pretendia desenvolver a indústria, promover o crescimento do comércio e expandir o poderio naval.
Por fim, o Mercantilismo foi importante para o crescimento econômico e consequenteexpansão do capitalismo, contudo, suas ideias foram derrubadas pelo Iluminismo e o Liberalismo econômico que defendiam um mercado livre, sem intervenção do Estado.
2. FISIOCRACIA
O termo fisiocrata (fis - natureza; cratos = poder), de origem grega, significa "poder da natureza".
A fisiocracia, surgiu no século XVIII, sendo considerada como a primeira escola de economia científica. Osfisiocratas consideram o sistema econômico como um "organismo" regido por leis intrínsecas (pela ordem natural das coisas), sendo elas assim, cientificamente relevantes. Segundo os fisiocratas, o trabalho agrícola seria a única forma de trabalho produtivo.

3. UTILITARISMO
Bentham expõe o conceito central da utilidade no primeiro capítulo do livro Introduction to the Principles ofMorals and Legislation (“Introdução aos princípios da moral e legislação”), da seguinte forma:
“Por princípio da utilidade, entendemos o princípio segundo o qual toda a ação, qualquer que seja, deve ser aprovada ou rejeitada em função da sua tendência de aumentar ou reduzir o bem-estar das partes afetadas pela ação. (...) Designamos por utilidade a tendência de alguma coisa em...
tracking img