Economia do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1854 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA DO TRABALHO
TRABALHO 1

TEÓRICA
(10)
1. O que é a economia do trabalho e que tipo de questões são analisadas pelos economistas do
trabalho?
2. Qual é a diferença entre economia positiva e normativa em economia do trabalho e porque é que
as questões positivas são mais fáceis de responder do que as questões normativas?
3. Indique outrosfactores ignorados no gráfico1 do mercado de trabalho de engenheiros.
4. Porque é que os economistas do trabalho estudam os determinantes do salário usando o seu
logaritmo natural?
5. Suponha que estimou uma recta de regressão linear simples do salário em relação aos anos de
escolaridade e obteve um R quadrado próximo de 70%. Em economia de trabalho o que lhe traduz esta
estatística?

PRÁTICA(10)

1. Suponha a curva da oferta inversa de gestores de recursos humanos dada por W = 20 + 5L e a
curva da procura inversa de gestores de recursos humanos por W = 56 – 4L. Com W = Salário diário
auferido por cada gestor contratado em euros e L = Número de gestores recrutados por semana:
a) Encontre, algébrica e graficamente, o emprego e o salário de gestores de equilíbrio.
b) A curvada oferta inversa de gestores expandiu-se (entram no mercado de trabalho mais
recém-licenciados) e tem a forma de W = 11 + 5L. Exponha, analítica e graficamente, a nova
combinação emprego e salário de equilíbrio.
c) Qual é o acréscimo percentual dos custos salariais semanais para as empresas que recrutam
gestores de recursos humanos se estes trabalharem 5 dias por semana (compare com os valoresóptimos encontrados nas alíneas a e b)?
2. Utilizando a informação, em anexo, extraída do Anuário Estatístico da Região Centro 2006
determine:
a) A taxa de actividade entre os 15 e os 44 anos no país.
b) A percentagem de activos entre os 35 e os 44 anos na Região Centro.
c) A taxa de emprego feminina entre os 25 e os 34 anos em Portugal.
d) A taxa de desemprego em indivíduos com pelo menos45 anos na Região Centro.
e) A taxa de crescimento das remunerações na construção nacional em 2004.
3. Admita que U(C,L) = (C – 200) × (L – 80), T = 168, w = 5 e V = 320:
a) Calcule o consumo quando L = 0.
b) Determine as horas de trabalho necessárias para consumir 740.
c) Encontre a TMS quando L = 100.
d) Ache o salário de reserva.
e) Qual é a combinação óptima de consumo e lazer?

1Da página 3 do Labor Economics de George Borjas (third edition).

Unidade: milhares

Unit: thousands

Total
HM
Portugal
Continente
Norte
Centro
Lisboa
Alentejo
Algarve
R. A. Açores
R. A. Madeira

5 587,3
5 351,6
1 981,1
1 361,0
1 415,2
380,6
213,6
111,8
124,0

H
2 984,4
2 848,8
1 059,0
721,3
738,9
210,2
119,3
69,0
66,6

15-24 anos
M
2 602,9
2 502,7922,1
639,7
676,3
170,3
94,2
42,8
57,4

HM

H

M

544,4
511,8
223,6
117,8
113,1
40,4
16,9
17,2
15,4

302,1
281,6
122,9
66,1
59,4
23,1
10,1
11,1
9,4

242,3
230,2
100,7
51,6
53,7
17,3
6,9
6,1
6,0

Total
MF

M

25-34 anos
HM

F

MF

M

H

M

772,8
735,2
273,9
165,2
215,2
51,7
29,2
18,7
18,9

1 483,1
1 413,4
531,9
318,1
412,196,6
54,7
33,5
36,1

15-24 years

35-44 anos

710,3
678,2
258,0
152,9
196,9
44,9
25,5
14,9
17,3

HM

25- 34 years
F

MF

M

H

M

HM

737,5
702,5
264,9
162,4
193,0
51,2
31,0
17,4
17,6

1 409,0
1 346,1
509,5
312,3
372,4
95,5
56,4
29,3
33,7

671,6
643,6
244,6
149,9
179,4
44,2
25,4
11,9
16,1

2 150,8
2 080,2
716,1
612,8
517,7
148,185,5
31,8
38,8

35-44 years
F

MF

M

15-64
anos

45 e mais anos
H
1 172,0
1 129,5
397,3
327,6
271,3
84,2
49,1
21,8
20,7

M

HM

978,7
950,7
318,8
285,2
246,4
63,9
36,5
10,0
18,1

5 257,9
5 028,4
1 880,7
1 191,8
1 386,2
364,8
205,1
109,7
119,8
15-64
years

45 and more years
F

MF

M

F

MF

© INE, Portugal, 2007, Anuário Estatístico da...
tracking img