Econometria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5165 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Minho Escola de Economia e Gestão
Licenciatura em Economia Econometria II

Sono, produtividade e salário
Sinopse: Este trabalho pretende justificar variações no rendimento auferido com base em variáveis etno-socio-económicas. O objectivo inicial recai sobre a inclusão da variável sono como explicativa de oscilações no salário auferido, através de uma influência esperada naprodutividade. Conclui-se uma correlação negativa entre as variáveis. Os dados estudados reportam a 1974 e representam setecentos e seis indivíduos NorteAmericanos com idades compreendidas entre os 23 e os 65 anos. Palavras-Chave: Sono, Sestas, Salário, Produtividade, Educação.

JEL: J31, J71, I10

Grupo 22 Diogo Leite n.º 54669 Mafalda Pereira n.º 54696 Natália Silva n.º 54692 Tiago Silva n.º54682

Sono, Produtividade e Salário Junho 2010

1. Introdução
A escolha do tema de trabalho Sono, Produtividade e Salário deveu-se à curiosidade suscitada pela hipótese de se considerar o número de horas de descanso como uma possível variável explicativa do salário auferido por um dado trabalhador. Esta base de dados dá-nos a oportunidade de combinar uma panóplia muito diversificada devariáveis económicas, sociais e étnicas que nos são conhecidas, tal como o número de minutos dormidos por semana, relativamente à afectação salarial de cada uma delas. A relação entre sono e salário revela-se um tema ainda não muito frequente no campo da teoria económica, tornando-se extremamente estimulante o estudo de possíveis efeitos das horas de descanso no meio laboral e consequentemente no salárioauferido. Numa abordagem inicial, pode ser difícil encontrar alguma relação entre as duas variáveis. No entanto, é possível concluir que o sono ocupa o nosso tempo mais do que qualquer outra actividade individual (Biddle e Hamermesh, 927) e, como tal, tornase interessante conhecer e, se possível, quantificar a envolvente desta relação. Uma diversidade de variáveis como a idade, o género, o nívelde escolaridade, a saúde, se é casado, se trabalha por contra própria, se tem ou não filhos, entre outras, irão compor a associação necessária e central deste trabalho (horas de sono e salário auferido). Admitiremos, em toda a análise, que cada trabalhador aufere um salário exactamente igual à sua produtividade e será partindo deste pressuposto que tentaremos estabelecer a ligação entre sono esalário, já que a produtividade enquanto variável não nos é referenciada. Sumariamente, com este estudo pretendemos esclarecer o que será mais proveitoso para os trabalhadores em termos de compensação salarial, se descansar menos, acumulando assim tempo de trabalho, se descansar mais e mais assiduamente, o que permitirá a priori uma produtividade superior. É de esperar, intuitivamente, que ambas assituações se traduzam num salário superior, quer trabalhar mais horas, quer trabalhar melhor. A avaliação destas intensidades e consequente teorização sobre qual será a melhor escolha do indivíduo que procura ver o seu salário maximizado é exactamente o fundamento deste ensaio.

2/18

Sono, Produtividade e Salário Junho 2010

2. Modelo teórico
Numa visão económica, é de extrema relevânciadeterminar os factores que influenciam o salário dos trabalhadores. Neste ensaio, pretende-se determinar especificamente até que ponto as horas de sono de cada trabalhador representam um impacto relevante no seu salário. Assim, este modelo terá como variável dependente o salário anual e como variáveis explicativas utilizar-se-ão as seguintes: género; raça; horas de sono/sestas por dia; nível deeducação; anos de experiência; ser ou não saudável; ser ou não casado; ter ou não filhos com menos de 3 anos de idade; trabalhar ou não por contra própria; pertencer ou não a uma organização sindical; trabalhar ou não por conta própria. As variáveis género e raça foram incluídas no nosso modelo por razões óbvias. Discriminação do sexo feminino e discriminação racial no mercado de trabalho são alvo...
tracking img