Ebooks digitais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3459 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 O Livro Como Fonte do Saber na Era Digital
Lourenço Rosário Presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa Reitor do Instituto Superior Politécnico e Universitário

Começo esta minha apresentação por contar um episódio familiar daqueles que acontecem todos os dias e que nos esquecemos de imediato, porque se trata de dia- a dia- da vida em família. O mesmo acontece com os episódios eas conversas no círculo de amigos. Quem consegue reconstituir o rol de

histórias, anedotas e outro tipo de conversa que mantemos durante um churrasco, uma refeição ou qualquer convívio? São factos que não estão destinados a ser memorizados. São simplesmente rotinas. Mas este episódio ficou em mim porque me chamou especial atenção sobre as transformações que estão a operar-se na forma deaquisição de saberes: estávamos em serão familiar e eu estava a dissertar sobre o mito de Hércules. Zeus, para conseguir a humana Alcmena, esposa de Anfitrião, disfarçou-se neste e apareceu-lhe quando o

próprio estava ausente. Zeus protagonizou uma série de peripécias para dormir com a humana. Uma sobrinha minha de sete anos que ouvia esta história mais atenta que os restantes, entra na conversa econclui o mito, falando da fúria de Hera, esposa de Zeus, que para se vingar do adultério de Zeus aplicou os famosos sete castigos a Hércules, fruto desse amor clandestino. Fiquei boquiaberto porque na minha geração, o acesso aos mitos gregos era um estado de erudição universitária, sobretudo para quem seguia os cursos de Letras. Falar com alguém polvilhando intertextualidades míticas como suporte daconversa era considerado como acto de alta cultura. Tentei provocar a criança evocando outros mitos. Mostrou que conhecia a história de uns tantos, tais como o de Orpheu, o suplício de Tântalo, o castigo de Síssifo e a história de Penélope, mulher de Ulisses. Falhou alguns, mas convenceu-me na mesma. Averiguei qual

Rosário, Lourenço. O Livro na Era Digital. Palestra proferida no Tribunal daCidade de Maputo, 17/11/2006.

2 seria a fonte de tanta sabedoria. Simplesmente a televisão e os video-games. A primeira reacção foi revoltar-me contra a banalização do santuário dos mitos helénicos que para a minha geração lá chegar, tinha que trilhar verdadeiras provas iniciáticas. _________________ // ____________________

A transmissão dos saberes desde a origem da humanidade foi umanecessidade de essência para garantir a sobrevivência da própria espécie.

Integra-se no processo de hominização do primata na sua relação com a natureza. A transmissão dos saberes sobre as diversas actividades especializadas na distribuição do trabalho nos grupos sociais ia desde os ensinamentos orais no espaço familiar, passando pelo exercício prático no processo de socialização, até à sistematizaçãoverbal através de expressões culturais, literárias, mágicas ou

mesmo religiosas. Assim, o acesso ao domínio da arte de caçar, por exemplo, à criança, no seio da família de caçadores, começava por se lhe administrar ensinamentos ainda familiares com pequenas revelações sobre o mundo da caça. Depois, já adolescente, seguia-se a fase de acompanhamento aos adultos para ver como se caça. Na fase dejovem, devia ele próprio demonstrar o domínio da arte de caçar, caçando um determinado animal. Finalmente, já adulto e tendo ultrapassado as provas todas, ser-lhe iam revelados os saberes mágicos e ocultos sobre essa actividade ficando com a incumbência de transmitir esses saberes aos mais novos do ponto de vista teórico, prático e ontológico. Quem fala de caça pode estender esta prática a todasas actividades dos grupos sociais. Esta

metodologia de aquisição dos saberes, na essência, não se modifica, o que muda são os modelos formais e os instrumentos técnicos que vão evoluindo ao longo dos tempos. Desde 1994 que sou Presidente do Fundo Bibliográfico de Língua

Portuguesa e os objectivos que o Governo traçou para esta instituição prendemRosário, Lourenço. O Livro na Era Digital....
tracking img