Dutos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2753 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto

Título do Projeto:
OTIMIZAÇÃO DO PLANO DAS INSPEÇÕES DE DUTOS FLEXIVEIS FLOWS E RISERS SUBMARINOS.


Área: ( ) Humanas e Sociais (X ) Exatas e Tecnológicas ( ) Saúde e da Vida

Nome Aluno (01):
Email: Tel.: ( )
Curso: Período:
Primeira vezque participa do PIC-UVA? ( )Sim ( )Não
Nome Aluno (02):
Email: Tel.: ( )
Curso: Período:
Primeira vez que participa do PIC-UVA? ( )Sim ( )Não
Nome Orientador: ROBERTA MENDIONDO NUNES
Email: betamend@gmail.comTel.: ( 21 ) 81320521
Disciplina: Pesquisa Operacional
Curso: Engenharia de Produção
Primeira vez que participa do PIC-UVA? ( x )Sim ( )Não
Campus: ( ) Tijuca ( x ) Cabo Frio ( ) Barra da Tijuca

]









Título do Projeto
OTIMIZAÇÃO DO PLANO DAS INSPEÇÕES DE DUTOS FLEXIVEIS FLOWS E RISERS SUBMARINOS.


1. JUSTIFICATIVA
Osurgimento da exploração comercial de petróleo na sociedade moderna foi realizado nos Estados Unidos em 1859, depois que Cel. Drake descobriu um poço de apenas 21 metros em Tittusville, Pensilvânia. Destilando o petróleo pôde se perceber que ele gerava novos produtos como o querosene, óleo de baleia (utilizados para iluminação), gasolina e diesel o que criou um incentivo para sua busca e exploraçãocom maior intensidade (THOMAS, p, 15, 2001).
No Brasil o primeiro poço criado com o objetivo de encontrar petróleo foi perfurado em 1897, em Bofete, São Paulo. No governo de Getúlio Vagas em 1953 foi determinado o monopólio estatal do petróleo e assim surgia a Petrobras, que até hoje contribui na exploração, produção e pesquisa sobre o petróleo brasileiro (THOMAS, p. 17, 2001).
A primeira produçãooffshore, ou seja, fora da praia (no mar aberto), aconteceu em 1896 nos Estados Unidos, Santa Bárbara na Califórnia, porem era uma adaptação rudimentar da tecnologia onshore, na praia ou em terra (ORTIZ NETO, 2008).
Segundo Ortiz Neto(2008, p. 322), “a exploração de petróleo offshore no Brasil teve ínicio em 1968, no Campo de Guaricema, na bacia de Sergipe, por meio de uma plataforma rígida”.Inicialmente a Petrobras não investia em tecnologias para exploração de petróleo, pois a importação dele era barata, entretanto com o aumento de preço do barril e a necessidade de recursos tecnológicos para exploração de novos ambientes, fizeram com que a Petróleo Brasileiro S/A investisse em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) direcionada as atividades de exploração e produção (ORTIZ NETO, 2008).Nos dias atuais o fator de produção não é somente levado em conta, devemos nos preocupar cada vez mais com nossas ações e os impactos dela no meio ambiente. É neste campo que se justifica a importância de realizar inspeções de dutos submarinos submarinas. Além da manutenção dos equipamentos transportadores da produção de óleo e gás, as vistorias periódicas devem ser realizadas para o nãocomprometimento do processo e do ambiente no qual está inserido.
Para não haver problemas e erros nas inspeções, a organização/empresa deve gerir o processo da melhor maneira possível, distribuindo e melhorando tarefas, e sempre, as controlando. É imprescindível o estudo da melhor forma de se realizar uma vistoria a fim de não comprometer a produção e a imagem da empresa.
O plano de inspeções o qualeste trabalho irá apresentar vai ser um meio para auxiliar na definição de onde e qual é o melhor duto para inspecionar, em determinado momento, mostrando o caminho ótimo.



2. OBJETIVO
Aperfeiçoar o plano de inspeções de dutos flexíveis submarinos, flow e riser, utilizando dois barcos dedicados apenas. O planejamento consistira de ferramentas de otimização de sistemas e processos que deverá...
tracking img