Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

curso de BACHARELADO EM serviço social

NÚBIA SANTOS DE SOUZA MENDES

O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÀS METRÓPOLES

Brumado-BA
2012
NÚBIA SANTOS DE SOUZA MENDES

O USO DO CRACK: UM PROBLEMA RESTRITO ÀS METRÓPOLES

Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplina(s):Psicologia Geral; Antropologia; Formação Social, Política e Econômica do Brasil; Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social I.

Professore(s): Lisnéia Rampazzo, Giane Albiazzetti, Gleiton Lima, Rosane Malvezzi.

Brumado-BA
2012
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 5
2. DESENVOLVIMENTO 6
3. CONCLUSÃO 10
REFERÊNCIAS 11

RESUMO

A reorganização do espaço urbano, sob novasorientações econômicas e ideológicas, não condizia com a presença de pobres na área central da cidade, pois afastar os pobres do centro era o objetivo principal da administração pública, fazendo com que as drogas e crimes amenizassem para que a sociedade sobreviva com tranqüilidade. O fator que mais contribui para a dependência química é a desestruturação familiar, sendo assim, é preciso que oassistente social como um bom profissional, se organize tratando de melhor forma o dependente químico, para que haja uma reorganização do espaço familiar e também o convívio em sociedade, minimizando a desordem e controlando o ciclo das drogas e principalmente dos crimes.

1. INTRODUÇÃO

A realização deste trabalho tem como objetivo possibilitar a compreensão de que o uso do crack está presenteem todas as regiões do Brasil, tanto nos grandes quanto nos pequenos municípios e que o uso constante dessa droga representa um grave problema social que precisa ser enfrentado não apenas pelo poder público, mas por toda a sociedade.
Veremos no desenvolvimento do portfólio que o surgimento do crack nos Estados Unidos levou os usuários e traficantes a aderir essa nova droga, com um preço acessívelaos jovens e toda sociedade no Brasil e tornou uma epidemia nas áreas urbanas, e também nas áreas rurais. A distribuição da droga é feita por traficantes que dominam ruas, bairros e avenidas.
É imenso o número de usuários que vivem em casas abandonadas, casebres, obras inacabadas, ruínas. A fim de diminuir e dispersar esses indivíduos algumas autoridades juntamente com a policia usaram a forçabruta fazendo com que essa situação se deslocasse para outro lugar.
A reorganização dos espaços urbanos na cidade do Rio de Janeiro realizada por Pereira Passos tinha como finalidade tirar as pessoas pobres que viviam no centro. Assim as autoridades da cidade de São Paulo e o estado fizeram com o centro na região da “cracolândia” onde vivem milhares de usuários de drogas, prostitutas e crianças.Esta operação da administração paulistana não visa o tratamento destes dependentes e sim grande interesse financeiro em recuperar a região com a finalidade de expandir o setor imobiliário

2. DESENVOLVIMENTO

O crack surgiu nos Estados Unidos na década de 1980 em bairros pobre de Nova Iorque, Los Angeles e Miami. O baixo preço da droga a possibilidade de fabricação caseira atraíramconsumidores que não podiam comprar cocaína refinada, mais cara e por isso, de difícil acesso. Aos jovens atraídos pelo custo da droga juntaram usuários de cocaína injetável, que viram no crack uma opção com efeitos igualmente intensos, põem sem risco de contaminação pelo vírus da AIDS, que se tornou epidemia na época. No Brasil, a droga chegou ao início da década de 1990 e se disseminou inicialmente emSão Paulo. Para produzir o crack, os traficantes utilizam menos produtos químicos para fabricação, o que a torna mais barata. Para popularizar o crack e aquecer as vendas, os traficantes esgotavam as reservas de outras drogas nos pontos de distribuição, disponibilizando apenas as pedras. Logo, diante da falta de alternativas, os usuários eram obrigados a optar e aderir ao uso.
Doze a quinze...
tracking img