Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7065 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O ser humano e as drogas


Para que tenhamos condições de falar em problema das drogas, é necessária a ocorrência de três fatores simultaneamente presentes: a droga, o indivíduo e o ambiente.
Não seria justo que nós como cristãos não considerássemos em primeiro lugar o indivíduo, o ser humano.

Homem um Ser único

Deus, quando criou o homem o fez a sua imagem e semelhança e o criou único(Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança: Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; Gn 1.26-27). O momento supremo da criação chegou quando Deus criou o homem. Nos sete bilhões de habitantes na terra não existe, dois exatamente iguais.
No centro da dependência se encontra o homem, sujeito único e, com sua interioridade epersonalidade específica, objeto do amor de Deus que, em seu plano de salvação, chama a cada um à sublime vocação de filho. Sem dúvida, a realização de tal vocação é junto com a felicidade neste mundo, gravemente comprometida pelo uso da droga, porque ela, na pessoa humana, imagem de Deus influi sobre a sensibilidade e sobre o reto exercício dointelecto e da vontade (Provérbios 23.29-35).

Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as rixas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhos? Para os que se demoram em beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada. Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. Pois ao cabomorderá como a cobra e picará como o basilisco. Os teus olhos verão coisas esquisitas, e o teu coração falará perversidades. Serás como o que se deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro e dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti; quando despertarei? Então, tornarei a beber.

Para Ele e diante dele, o homem é sempre único, alguém que foi desde o princípiocriado e escolhido, alguém que é chamado e denominado pelo próprio nome.
O Senhor me chamou desde o meu nascimento, desde o ventre de minha mãe fez menção do meu nome. (Is 49,1)
Assim diz o Senhor, que te criou, e te formou desde o ventre, e que te ajuda. (Is 44, 2).
Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda queesta viesse a se esquecer dele, Eu (Deus), todavia não me esquecerei de ti. (Is 49,15).
Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações (Jr 1,5).

Dons humanos
Deus nos deu dons especiais que nos distinguem dos demais animais. Temos a autoconsciência (habilidade para pensar a respeito do próprio processode pensamento), a imaginação (capacidade para criar na mente imagens que superam a realidade), a moral (consciência profunda do que é certo ou errado) e a livre escolha (capacidade para agir conforme nossa autoconsciência, livre de qualquer influência). E ainda podemos fazer tudo isto com humor. Com muito humor...
Nossos dons exclusivos nos elevam acima do mundo animal.
As drogas agemexatamente sobre estes dons humanos. Isto nos leva a pensar que as mesmas nos tornam semelhantes aos animais irracionais.
Nada mais correto do que dizer que o usuário de drogas, ao longo de sua trajetória, se afasta aos poucos do status de homem livre e se transforma, por fim, em um miserável.
Por outro lado, não se deve subestimar que o usuário de drogas, muitas vezes, acredita que é um homem livre,senhor de seus atos. Ocorre que, alienado em sua pseudo liberdade, o usuário de drogas deixa de considerar "a vida um dom esplêndido de Deus, uma realidade sagrada confiada à sua responsabilidade e, consequentemente, à sua amorosa defesa, à sua veneração".
Deus fez boas todas ás coisas e criou o homem à sua imagem e semelhança, livre e senhor responsável de toda a criação. Deus conferiu ao homem o...
tracking img