Donovanose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1530 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DONOVANOSE

BELÉM – PA
2012

DONOVANOSE

BELÉM – PA
2012
Introdução

Donovanose, também conhecida como granuloma inguinal, é uma doença bacteriana provocada por bacilos gram-negativos, imóveis, ovalados, coloração bipolar com aspecto de alfinetes de segurança observado intra e extracelularmente, denominados Calymatobacterium granulomatis, de evolução progressiva e crônica, delocalização genital, podendo ocasionar lesões granulomatosas e destrutivas,
Endêmica no Brasil, ha algumas décadas vem em franco declínio com incidência e de cerca de 5% entre as DST. Apresenta maior prevalência nas regiões sub-tropicais, sendo mais freqüente em negros afeta igualmente homem e mulher, embora existam publicações conflitantes sobre esse aspecto. Habitualmente, a doença é mais freqüenteentre os 20 e 40 anos.
Essa doença acomete pele e tecido subcutâneo da região inguinocrural e, com menos frequência, outras regiões cutaneomucosas ou mesmo órgãos internos iniciando-se por lesão nodular, única ou múltipla, que erosa produzindo ulceração bem definida, que cresce lentamente, é indolor e sangra com facilidade e a partir daí, as manifestações estão diretamente ligadas às respostastissulares do hospedeiro, originando formas localizadas ou externas e até mesmo lesões viscerais, por disseminação hematogênica.
A observação do polimorfismo das manifestações levou à proposição da classificação clínica de Jardim: genitais e perigenitais, divididas em ulcerosas, subdivididas em: com bordas hipertróficas e com bordas planas; ulcerovegetantes; vegetantes e elefantiásicas, extragenitaise sistêmicas.
Geralmente, as formas ulcerosas são de maior dimensão; apresentam bordas planas ou hipertróficas, abundante secreção, e crescem, por expansão, através de auto-inoculação. Nas formas ulcerovegetantes (forma clínica mais encontrada), há um abundante tecido de granulação no fundo da lesão, ultrapassando o contorno lesional. As lesões vegetantes, de observação pouco freqüente, sãohabitualmente de pequenas dimensões e bem delimitadas, desprovidas de secreções. As manifestações elefantiásicas ocorrem, quase sempre, após formas ulcerativas, secundárias às alterações linfáticas que as acompanham. As localizações extra-genitais são raras e podem resultar de práticas sexuais anormais ou da extensão do foco inicial, por auto-inoculação, sendo essa última mais freqüente. Há relatosde localização nas gengivas, axilas, parede abdominal, couro cabeludo e outros. A forma sistêmica da doença é encontrada, geralmente, em áreas endêmicas, podendo ocorrer manifestações ósseas, articulares, hepáticas, esplênicas, pulmonares e outras.
Em portadores de aids, a donovanose assume uma evolução clínica atípica, com aparecimento de novas lesões, expansão das pré-existentes e persistênciada positividade bacteriológica em resposta ao tratamento.

Patogenia

Discute-se a maneira de propagação da doença. Para Goldberg, (1977) o agente seria saprófita do meio intestinal e se tornaria patogênico em certas condições, mesma opinião de Pradinaud (1986), registrando casos em mulheres de idade avançada, sem existência de contato sexual recente. A existência de casos nos parceiros é emmédia de 50%, observando-se freqüentemente casos com lesões extensas de longa evolução em pacientes que, apesar de contato sexual, não contaminaram os parceiros.
Este fato que deve estar relacionado com inúmeros fatores, especialmente imunológicos (a doença é comum em pacientes desnutridos, parasitados, anêmicos e nas gestantes; observam- se lesões altamente destrutivas, influindo com certeza, osfatores locais, inclusive edema da região).
Logicamente também têm influência os fatores traumáticos, irritativos, a sudorese e o atrito que alteram as barreiras naturais do organismo. A propagação dos germes pudesse fazer por disseminação hematogênica, continuidade ou contiguidade, disseminação linfática ou auto-inoculação , sendo que a maioria dos casos tem localização nas áreas genitais e...
tracking img