Dissonancia cognitiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (346 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Dissonância Cognitiva
A Teoria da Dissonância Cognitiva foi desenvolvida por Leon Festinger a meio do século XX. Ele define a Dissonância como uma tensão entre o que uma pessoa pensa ou acredita eaquilo que faz. Quando alguém faz uma ação que está em desacordo com aquilo que pensa, gera-se essa tensão e mecanismos psíquicos para repor a consonância são prontamente ativados. Das duas uma, ouaquilo que sabemos ou pensamos se adapta ao nosso comportamento, ou o comportamento adapta-se ao nosso conhecimento. Festinger considerava que a necessidade de se esquivar da dissonância é tão importantecomo as necessidades de segurança ou da alimentação.
Ainda mais, Festinger descobriu que forçar alguém a fazer algo contra aquilo em que acredita, pode ser suficiente para levar a pessoa a mudar asua opinião. Se por exemplo conseguirmos levar alguém a fazer um discurso em que defende alguma coisa contrária àquilo em que essa pessoa acredita, pode ser suficiente para levar a pessoa a mudar a suaopinião para ficar de acordo com o seu comportamento (ter feito o discurso).
Uma forma de reduzir a dissonância é fazer uma exposição seletiva de nós mesmos. Nós selecionamos a informação que lemose vemos de acordo com o nosso conhecimento e as nossas crenças, selecionamos pessoas que têm a ver conosco, etc. Basicamente, o processo de fazer amigos é uma forma de auto-propaganda para nossentirmos em segurança.
Isto nos faz pensar na taxa de sucesso duma ação dissonante e de uma ação consonante. Provavelmente, sentiremos muito mais resistência por parte de nós mesmos quando realizamos algoque é dissonante com aquilo que pensamos ou acreditamos. Aparentemente isto me confirma os problemas internos que um sujeito tem quando abandona uma religião que fez parte da sua vida durante muitotempo. É como se toda a nossa vida víssemos as torradas caírem no chão e um dia víssemos a torrada a cair para o teto. O stress dissonante seria extremo, uma vez que a nossa própria realidade física...
tracking img