Dislexia nem melhores, nem piores simplesmente diferentes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 54 (13280 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DISLEXIA
NEM MELHORES, NEM PIORES SIMPLESMENTE DIFERENTES

DISLEXIA
NEM MELHORES, NEM PIORES SIMPLESMENTE DIFERENTES

Monografia apresentada como requisito para obtenção do titulo de pós-graduação no curso em Sociedade Inclusiva e Educação Especial na modalidade a Dist^ancia da SOCIESC/ITDE tendo como orientador o professor Valdemar.

1.INTRODUÇÃO

A linguagem escrita, apesar de ser uma conquista relativamente contemporânea do ponto de vista evolutivo, tornou-se importante no processo de comunicação sócio-cultural, sendo que ler e escrever são duas das competências cognitivas mais valorizadas e importantes que o sujeito pode adquirir. A respeito da complexidade deste processo, a maioria das crianças que recebe instruçãoadequada desenvolve-a com relativa facilidade. Mas há uma porcentagem significativa que apresentam dificuldades específicas no domínio da leitura, mesmo possuindo uma inteligência normal e apresentando perfeição noutras tarefas, ganhando o codinome de dislexia.
Em relação a essas dificuldades nota-se que ainda não se tem informações adequadas sobre o tema, fazendo necessário um estudoaprofundado das dificuldades que diversas crianças enfrentam hoje nas escolas para aprender ler e escrever. Essa confusão de idéias quanto às causas dessas dificuldades, despertou para uma investigação mais direcionada sobre a dislexia. Tema esse que ainda no século XXI, não se conhece bem as causas e o quanto as crianças disléxicas necessitam de apoio dos pais e professores, principalmente buscandorecursos mais adequados tanto na metodologia quanto no auxilio de outros profissionais como: fonoaudiólogos, psicólogos, psicopedagogos e outros.
O fracasso escolar é, sem dúvida, um dos mais graves problemas com o qual a realidade educacional brasileira vem convivendo há muitos anos. Sabe-se que tal situação se evidencia praticamente em todos os níveis do ensino do país, porém, ocorre commaior freqüência nos primeiros anos da escolarização onde acontece a alfabetização e através dela os temidos distúrbios de aprendizagem, dentre eles a dislexia caracterizada por problemas na leitura e escrita. Ao ler a pessoa não entende os códigos da escrita, podendo inclusive não reconhecer as palavras mais familiares. Os disléxicos têm inteligência normal e condições adequadas em seu meio e emseu ensino, não apresentando doenças neurológicas ou psiquiátricas e ou alterações significativas auditivas e visuais. Todo o desenvolvimento da criança é normal, até entrar na escola. É um problema de base cognitiva que afeta as habilidades lingüísticas associadas à leitura e à escrita.
A dislexia não é considerada uma doença, na verdade apresenta-se como um funcionamento característico docérebro para os processamentos lingüísticos. O disléxico tem dificuldade para associar o símbolo gráfico, as letras, com o som que elas representam, e organizá-los, mentalmente. Nos últimos anos, a dislexia passou a ser mais debatida. A ABD, (Associação Brasileira de Dislexia) fundada há 15 anos, vem atualizando esta discussão, que se intensificou principalmente com a fundação da AND,(Associação Nacional de Dislexia) em 2000. Com seu surgimento a comprovação e o crescimento do interesse pelo distúrbio aumentaram e os profissionais da área de saúde e educação e as próprias famílias estão mais conhecedoras do assunto encaminhando seus alunos mais cedo para a avaliação.
A dislexia é certamente um obstáculo difícil, mas não uma barreira intransponível. Em primeiro lugar oimportante é que o obstáculo deve ser reconhecido e aceito. Se pais e professores compreenderem exatamente quais são as dificuldades que uma criança disléxica apresenta, eles poderão ser muito úteis, buscando didática mais adequada. Para isso é necessário averiguar sobre a questão para compreendê-la em suas particularidades. A criança disléxica aprende em tempo e de forma diferente, eles não são...
tracking img