Discuro de posse

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2331 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DISCURSO DE POSSE – OAB/SP ITAQUERA 2013/2015

Senhoras e Senhores,
Esse é, indubitavelmente, um dos dias mais marcantes da minha vida. Dia em que juntamente com oitenta e quatro valorosos advogados e advogadas assumo a responsabilidade de presidir a Seccional matogrossense da Ordem dos Advogados do Brasil.
Mais do que honrado, sinto-me consciente das responsabilidades que sobre meusombros recaem, sinto-me orgulhoso pela confiança depositada pela advocacia de Mato Grosso e sabedor do desafio que se apresenta.
Quero inicialmente afirmar que divido essas responsabilidades não somente com os eleitos para estarem à frente da nossa entidade, mas sim com todos os advogados e advogadas deste Estado, a quem convoco desde já para cerrar fileiras conosco, com o escopo de prestar serviçosrelevantes à advocacia e à sociedade.
Tenho para mim que cada advogado, em seu ministério privado, é uma OAB.
Que tenhamos, pois, esse espírito inerente à Ordem, de modo que nos sintamos impulsionados a lutar pelo direito indisponível, irrenunciável e inegociável de advogar com liberdade.
Que nos sintamos tomados pela força institucional da Ordem, assim não nos permitindo a acomodação diantedas iniquidades, das ilegalidades e das arbitrariedades daqueles que abusam do poder.
Somente assim, assumindo em conjunto essa responsabilidade, nos sentiremos à vontade, cada qual como uma OAB, para exercermos sempre e quando necessário, “o direito de discordar”, como diria o Presidente Reginaldo de Castro, e o direito de defender a advocacia e os interesses sociais.
Quero também dividir, oorgulho que sinto pela confiança que nos foi depositada.
E ressalto que de nenhuma maneira me refiro ao “orgulho” como um sentimento de soberba ou prepotência, mas sim de regozijo por olhar para trás e concluir que nos últimos anos combatemos o bom combate, agimos com boa fé, fomos coesos, atuamos com companheirismo, lealdade, solidariedade e respeito, trazendo conquistas e avanços para aadvocacia e para a sociedade.
Temos todos à frente, portanto, um grande desafio, qual seja o de trabalhar, e muito, pela Ordem e para os advogados.
Trabalhar pela Ordem dos Advogados do Brasil, para que sejam mantidas as tradições de nossa entidade, a fim de que continuemos sendo a clava forte da luta pela defesa da Constituição, da ordem jurídica do Estado democrático de direito, dos direitoshumanos e da justiça social.
presenta-se à frente o desafio de exercermos, com autonomia, independência, e liberdade, estas incumbências conferidas à Ordem dos Advogados do Brasil, não somente por força estatutária, mas sim, e principalmente, em virtude da história da nossa entidade, que nascida sob a égide de um regime ditatorial não se curvou ao totalitarismo.
E ao não se curvar, lutou pelaredemocratização do nosso País, promoveu conquistas como a garantia de liberdades civis e democráticas, encabeçou a luta pelas eleições diretas, debateu e batalhou pela implantação de mecanismos que primassem pela ética na política e, mais recentemente, liderou os movimentos que culminaram na criação de conselhos reguladores e disciplinadores de poderes constituídos.
Cumpre a nós, desta forma,exercer com humildade, serenidade, responsabilidade e coragem, a função institucional da Ordem dos Advogados do Brasil.
Nosso País vem dando demonstrações nos últimos anos, de que para atingirmos o utópico Brasil que sonhamos para os nossos filhos e netos, não há outro caminho senão o do fortalecimento das instituições, com o que devemos sempre colaborar.
Foram criados o Conselho Nacional doMinistério Público e o Conselho Nacional de Justiça, órgãos paritários que contam com a participação indispensável da advocacia, sendo exemplos de fortalecimento das instituições.
Estes Conselhos, cujas criações foram apoiadas pela Ordem dos Advogados do Brasil, pelos Magistrados e membros do Ministério Público comprometidos – que diga-se oportunamente são a ampla maioria – e pela sociedade como um...
tracking img