Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1200 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACUDADE DE RONDONIA

ELIAS BARROS AUZIER

EVOLUCÃO DO MOVIMENTO DE GESTÀO AMBIENTAL E
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PORTO VELHO-RO
2011

FACUDADE DE RONDONIA

ELIAS BARROS AUZIER

EVOLUCÃO DO MOVIMENTO DE GESTÀO AMBIENTAL E
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Pré-projeto apresentado na disciplina de Metodologia Cientifica, ministrada pela Prof.ª Especialista, Cleuza A. Corrêa, na instituiçãoFARO/IJN, no curso de Engenharia, turma 02 TA, como requisito parcial para obtenção de nota.

PORTO VELHO-RO
2011
1 INTRODUÇÂO (5 LINHAS)
1.1 TEMA; EVOLUCÃO DO MOVIMENTO DE GESTÀO AMBIENTAL E
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
1.2 DELIMITAÇÕES DO TEMA: SUSTENTABILIDADE
1.3 JUSTIFICATIVA
1.4 PROBLEMA
1.5 HIPÓTESE
1.6 OBJETIVOS
1.6.1 OBEJETIVO GERAL
1.6.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
a)
b)
c)
2 REFERENCIAL TEÓRICO
3METODOLOGIA
4 POPULAÇÃO E AMOSTRA
5 CRONOGRAMA



EVOLUCÃO DO MOVIMENTO DE GESTÀO AMBIENTAL E
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Desde o início da revolução industrial, a implantação de técnicas de produção e de um modo de consumo predatório vem provocando um grande impacto das atividades humanas sobre o meio ambiente, dando origem a problemas críticos de poluição. Entretanto, até a metade do séculopassado, a degradação dos recursos ambientais se apresentava como um problema de caráter setorial, não interferindo como um fator limitante, seja na área econômica ou de decisão política do processo de desenvolvimento dos países que alcançaram um elevado grau de industrialização.
O modelo de crescimento adotado após a Segunda Guerra Mundial revelou-se
rapidamente (pela sua amplitude e complexificaçãoestrema dos seus meios), como um agente de quebra do equilíbrio ecológico, o que acarreta em termos econômicos, um desequilíbrio da alocação de recursos e, em termos sociais da distribuição do bem-estar. Observa-se, a partir de então, um grande crescimento das atividades de produção e consumo e, conseqüentemente um grande lançamento de resíduos nos diversos meios receptores (atmosfera, águassuperficiais, subterrâneas e solos), cuja capacidade de assimilação é fixa, não levando em conta as mudanças climáticas em logo prazo.
A utilização de um padrão tecnológico que parte do pressuposto da inesgotabilidade dos recursos ambientais, bem como a grande diversificação e
mobilidade dos poluentes são também aspectos importantes a serem considerados neste processo sistemático e maciço de degradaçãoambiental e que contribui para o crescente fenômeno de escassez dos recursos ambientais. A deterioração bem como uso excessivo dos bens ambientais nas atividades de produção e consumo se deve principalmente ao fato de que até alguns anos atrás estes eram considerados bens livres, ou seja, que tem valor de uso mais não tem valor e troca, sempre disponíveis em quantidade ilimitada e de apropriaçãogratuita.
Devido aos problemas que as nações capitalistas começam a sofrer, com relação à produção de bens oriundos de recursos naturais e a escassez destes, começa a surgir no âmbito global, a questão de sustentabilidade e gestão desses recursos. Pode-se considerar como o grande marco da preocupação mundial para o meio ambiente a conferência sobre a biosfera realizada em Paris, no ano de 1968.Mesmo sendo uma reunião de especialistas em ciências, marcou o despertar de uma consciência ecológica mundial. Logo em seguida, houve a primeira conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente, realizada no mês de
junho de 1972, em Estocolmo, colocando assim a questão ambiental nas agendas nacionais e internacionais. Foi a primeira vez que representantes de governo uniram-se em nível mundialpara discutir a necessidade de tomar medidas efetivas de controle dos fatores que causam a degradação ambiental. Este evento foi marcado pela célebre frase da então primeira ministra da Índia, Indira Gandhi: “A pobreza é a maior das poluições”. Foi neste contexto, que os
países considerados desenvolvidos e em desenvolvimento afirmaram que a solução da poluição e da degradação ambiental não era...
tracking img