Direito das empregadas domesticas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que o empregado doméstico não tem direito?
 Jornada de Trabalho (a legislação não prevê carga horária para o empregado doméstico. Será acertada entre as partes nacontratação);
 Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS -opcional para o empregador);
 Seguro Desemprego;
 Benefício por acidente de trabalho.
Quais são os direitos do empregadodoméstico?
 Carteira de trabalho devidamente assinada;
 Receber mensalmente pelo menos 1 (um) salário mínimo (de acordo com a Constituição Federal de 1988);
Irredutibilidade salarial;
 Gozo de férias anuais remuneradas com um terço a mais que o salário normal. A partir da Lei 11.324 de 19/07/2006, as férias passaram a ser de 30 dias corridos,em vez de 20 (vinte) dias úteis;
 Estabilidade no emprego até o quinto mês após o parto, a partir da Lei 11.324 de 19/07/2006;
 13º Salário com base na remuneração (fraçãoigual ou superior a 15 dias trabalhados);
 Repouso semanal remunerado (preferencialmente aos domingos);
 Aviso prévio de no mínimo 30 (trinta) dias para a parte querescindir o contrato, sem justo motivo;
 Salário maternidade sem prejuízo do emprego e do salário, com a duração de 120 (cento e vinte dias - pago pelo INSS);
 Licença paternidade(5 dias);
Licença Maternidade
A empregada doméstica tem direito a licença maternidade a partir de 28 dias antes e 92 dias depois do parto, num total de 120 dias. Partoantecipado não provoca alteração nos prazos.Pelo regulamento dos benefícios (Art. 98), o salário maternidade da segurada empregada doméstica será pago diretamente pela Previdência Social,sendo uma renda mensal igual ao seu último salário de contribuição.Salário de contribuição é o salário mensal do empregado, sobre o qual é descontada a alíquota do INSS. 
|
tracking img