Direito constitucional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera do Grande ABC

Uni ABC- Santo André

Curso de Direito 2° Semestre







Atividades Práticas Supervisionadas

Teoria Geral do Processo


Professora: Dr ª Sandra Ferreira Nunes



Ahdclan Silva RA:5229100845

Daniel SérgioConti RA:5603126570

Esther Rodrigues de Carvalho RA:5221100063

Francisco Carlos Rico RA:5203947910

Rodarte M.Assis Neto RA:5604140029



















Santo André, 01 de Abril de 2013.



Índice







Resumos das Entrevistas ao Site Consultor Jurídico............................................. pág. 3

Acórdãos.................................................................................................................pág. 6Bibliografia.............................................................................................................pág.11









































Análise feita da entrevista do Bacharel em Direito, escritor e historiador Cássio Schubsky ao site consultor jurídico, de acordo com a proposta feita pela Universidade Anhanguera.

O texto começa de certa forma questionando areputação de Ruy Barbosa como o maior jurista do Brasil, e em um tom um pouco convencido o autor engrandece Cássio Schubsky (o entrevistado) enfatizando que ele tem conhecimento suficiente colocar em “cheque” a figura de Ruy Barbosa. O Texto não tira os méritos de Ruy, mas aborda o fato de que um grande marketing pessoal possa ter elencado Ruy Barbosa ao seu Status atual.

Cássio Schubsky éformado em Direito pela USP e em História pela PUC, Cássio conseguiu juntar as duas áreas e então se tornou um historiador especializado na área jurídica, também é dono da editora Lettera.doc e atualmente esta trabalhando em sua mais nova empreitada, a Historia de Apamagis ( Associação Paulista dos Magistrados).

Na entrevista, a conjur aborda vários temas que variam do passado do Brasil, até arealidade jurídica atual.

Sobre a representação histórica do juiz no Brasil, Cássio explora o assunto remontando desde os primórdios do direito no Brasil, afirmando que os juízes sempre tiveram muito poder, principalmente político, esclarece ainda que antes eles eram nomeados pelo próprio rei, e com o passar da historia, principalmente depois da CF de 1988 todos os Juízes se tornaram efetivamentefuncionários públicos, dotados dessa vez não só de direitos, mas também de deveres. Fato esse que inspirou uma mudança na população com relação aos magistrados, estes que antes inspiravam temor dentro e fora dos tribunais, hoje ainda que dentro dos tribunais inspirem o relatado temor, fora do âmbito de serviço se colocam como um cidadão qualquer. Agrega ainda á essa ideia exemplos de juízes queestão sendo afastados dos cargos e até presos, quebrando assim o paradigma de impunidade á quem julga.

Ao retornar o assunto dos magistrados, Cássio critica a ritualística ultrapassada e as formalidades exageradas do judiciário, em sua critica diz que esses antigos hábitos devem evoluir assim como as instalações, informatização, o modo de ver, pensar e agir do judiciário exemplifica relembrandoque até 1971 os alunos de direito, tinham de frequentar a faculdade de terno e gravata, e só em 1972 com um movimento estudantil chamado de “abolição da esgravatura” pode-se frequentar às aulas com trajes normais, mostrando assim uma vitória do movimento estudantil a favor da evolução de costumes arcaicos, isso tudo sem prejudicar a imagem da faculdade e do juiz, que nesse caso deve ainda inspirarpoder, mas sem exageros, sem tornar o juiz o dono da verdade. Casos esses que já vem acontecendo gradativamente.

Em certo ponto Cássio é indagado sobre o juridiquês e tão logo já responde que isso “é uma maneira de criar distância, o temor reverencial, tudo isso serve para as pessoas se postarem numa posição de soberba e poder”, mas explica que no âmbito do processo isso é absolutamente...
tracking img