Dimensionamento cais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE:
1. Objectivos. 2. Enquadramento. 2.1. Introdução. 2.2. Características gerais do projecto. 2.3. Principais obras marítimas previstas. 2.4. Estado actual do ambiente e principais impactes ambientais na fase construtiva. 2.5. Medidas ambientais. 3. Condições locais a adoptar. 3.1. Os fundos existentes variam entre as cotas -2.5 m e -3.5 ao ZH. 3.2. Os terraplenos e o coroamento do caisterão cota +6.0 ao ZH. 3.3. Os fundos junto do cais serão de -3.0 m ao ZH. 3.4. As cotas de maré variam entre 0 e +4.0 m ao ZH. 3.5. Para períodos de retorno superiores a 10 anos, a cota de cheia do rio ultrapassa a cota +6.0 m ao ZH. 3.6. A vaga local (mareta) e as ondas de esteira provocadas pelas embarcações de pesca, de turismo e fluvio-marítimas, podem atingir 0.5 m de altura. 4. Proposta desoluções alternativas a considerar. 4.1. Possíveis hipóteses. 4.1.A. Aduelas, em betão armado, preenchidas com material de enchimento. 4.1.B. Caixões pré-fabricados, em betão armado, preenchidos com material de enchimento. 4.1.C. Blocos maciços em betão. 4.1.D. Cortina duplas de estacas pranchas ancoradas entre si. 4.2. Influencia da opção por uma estrutura de acostagem gravítica versus uma solução emestacas ou em cortinas.

1

4.3. Influência de uma amplitude máxima de maré de 4 m no projecto comparativamente a uma amplitude máxima de 0,20 m. 5. Dimensionamento alternativa. 5.1. Acções a considerar. 5.2. Combinações de acções mais desfavoráveis. 5.2.A. Amarração/Baixa maré. 5.2.B. Amarração/Preia-mar. 5.2.C. Acostagem/Baixa maré. 5.2.D. Acostagem/Preia-mar. 5.3. Metodologia de cálculo.5.4. Implicação na estabilidade da estrutura de uma cota de cheia no rio de +6.0 m. 5.5. Eventuais alterações à secção inicialmente considerada de forma a melhorar as condições de estabilidade. 6. Proposta de solução. 6.1. Elementos construtivos. 6.2. Sequência construtiva. 6.2.A. Dragagem do terreno. 6.2.B. Prisma de fundação. 6.2.C. Nivelação do prisma de fundação. 6.2.D. Transporte dos caixões.6.2.E. 6.2.F. Afundamento dos caixões. Recheio de caixões e juntas.

6.2.G. Construção do prisma de alivio. 6.2.H. Recheios do terrapleno. 6.2.I. 6.3. Equipamentos. 7. Considerações finais. 2 Construção da superestrutura.

7.1. Principais considerações ambientais a adoptar. 7.2. Aspectos não aprofundados. 7.3. Bibliografia.

3

1-Objectivos:
O objectivo deste projecto é localizar edesenhar uma Estrutura de Acostagem para uma Doca de Náutica de Recreio, de tipo gravítica, na zona nascente da Bacia de S. Paio, nas Freguesias da Afurada/ Canidelo (Estuário do Douro), no Concelho de Vila Nova de Gaia. Tomarão-se as devidas considerações quanto a níveis das marés, condições geotécnicas dos solos, custos, usos e processo construtivo mais recomendável. Neste projecto também se terá emconta situações especiais como a cota de cheia superior a 6 m por cima do ZH, para períodos de retorno superiores a 10 anos. Valorará-se a possível utilização de quatro elementos construtivos: aduelas, em betão armado, preenchidas com material de enchimento; caixões pré-fabricados, em betão armado, preenchidos com material de enchimento, e mostrará-se com detalhe os passos metodológicos decálculo.

(Vista aérea geral da zona de trabalho)

2-Enquadramento:
A localização da operação situa-se na frente ribeirinha das duas Freguesias, a Freguesia da Afurada e a de Canidelo, assinalado na seguinte captura do Plano Director Municipal.

4

A Afurada é um núcleo predominantemente piscatório. A requalificação deste núcleo piscatório foi pensada de modo a garantir a sua integridade, tantodo ponto de vista do património edificado, como na perspectiva cultural e vivencial que não deve ser pervertida. Uma das preocupações foi afastar o trânsito principal da zona urbana, permitindo o usufruto informal das vias, tradicional nesta comunidade. Prevê-se a ampliação da plataforma do Porto de Pesca onde se localizarão as infraestruturas de apoio, como os novos armazéns de aprestos e a...
tracking img