Desigualdade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1917 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMENTO 4
3 CONCLUSÃO........................................................................................................9

4 REFERÊNCIAS 10

1 INTRODUÇÃO
Iremos ver que segundo o pensador Karl Marx, as desigualdades sociais, já existem desde a época da colonização, e nossos dias atuais, que a sociedade é dividida pelas classes, onde rico sófica com rico e pobre só com pobres. Podemos ver também que nossos governantes contribui e muito para que isso vem se agravando cada vez mais em nosso país, vimos mais e mais as verbas destinadas programas sendo desviados, somente em favor deles os nossos representantes.



2 DESENVOLVIMENTO
Autor escolhido:
Karl Marx Concepção do Pensador Exemplo encontrado atualmente
que justifica aconcepção
Desigualdades
Sociais Para Karl Marx a desigualdade social, acontecia devido aos interesses pessoais de cada um, os que estavam no poder comandavam, e a minoria “oprimidos” teriam que concordar. Ele diz que o direito do trabalhador teria que existir para que ele não fosse somente submisso e sim um pouco reconhecido pelo seu trabalho. Segundo Marx a sociedade é um conjunto de ação humana aqual ajuda para que uns tenham contato com outros para não haver tanta desigualdade e sim mais interação e concordância entre eles. Infelizmente em nossa sociedade hoje ainda existe muita desigualdade, a liderança continua prevalecendo dos que tem mais poder e conhecimento, os políticos dizem querer fazer o que é melhor para a sociedade, mais infelizmente a sua vontade própria acaba sendo maior emalguma das vezes. O trabalhador conquistou vários direitos que hoje alguns acabaram virando lei em nosso país o que é um ponto positivo para nossa sociedade. Hoje temos liberdade para dizermos o que pensamos e para darmos nossa opinião no que quisermos, mas isso não garante que seremos ouvidos.
Concepção de Estado
e Governo Marx percebia a diferença entre a sociedade entendia que era umacontradição de interesses privados da sociedade civil e do aparelho estatal e buscava resolver seus problemas sociais que vinham do modo de produção capitalista. Para Marx o governo e estado estavam ali para suprir as necessidades e interesses de toda a sociedade isto demonstra que o estado é um dos responsáveis pela discordância entre estado e trabalho. Marx queria acabar com as diferenças entre classessociais econômicas colocando o poder na maioria e criando uma nova sociedade sem classes que seria a comunista, não defendia a vida do proletariado pelo contrário queria acabar com suas condições e com a exploração do trabalhador. As diferenças entre as sociedades ainda existem mas a obrigação do governo e do estado continuam sendo o mesmo de suprir as necessidades da população, mas esteinteresse de fazer o que é bom para a sociedade infelizmente não parte de todos ou se quer da maioria daqueles que estão no poder, e os que querem assim como Karl Marx lutar pela igualdade de classes, pelo direito do trabalhador, e pela dificuldade que a maioria da população encontra na sociedade , acabam sendo “oprimidos” mesmo estando no poder de nossa política simplesmente por serem a minoria.
Aconcepção das Leis para
a vida em sociedade As leis surgiram para a burguesia com o propósito de reorganizar a sociedade e manter o controle social, já os operários buscavam a compreensão da sociedade capitalista, tinha como finalidade construir uma sociedade mais justa e sem exploração. Marx acreditava em uma sociedade mais justa, mais para isso acontecer achava que teria que haver mais relaçãosocial e a divisão de riquezas para que não tivesse mais diferenças entre classes sociais. Para Marx a lei que constituía a transformação da sociedade esta relacionada ao desenvolvimento de forças produtivas, quais variavam mudando e entrando até em contradição com ela própria devido ao seu desenvolvimento, tendo assim que formar novas leis para a adaptação da sociedade. As leis existem, mas não...
tracking img