Desigualdade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4351 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Este artigo procura sintetizar dois conceitos: o princípio marxista de que a desigualdade e a pobreza são produzidas inevitavelmente pelas sociedades capitalistas, e a idéia geográfico-social de que a desigualdade pode transmitir-se de uma geração a outra, através do meio ambiente de oportunidades e serviços em que se encontra cada indivíduo ao nascer. Portanto, o objetivo destetrabalho é combinar uma explicação teórica convincente sobre as origens da desigualdade, com algumas generalizações empíricas sobre quem é pobre e exatamente como persiste a desigualdade sob as condições de um capitalismo "avançado". As novas idéias que tal síntese proporciona são necessárias, pois as anteriores teorias sobre a desigualdade (cultura da pobreza, ciclo de privação) foram objeto deuma severa crítica acadêmica, embora permaneçam como a base teórica das políticas anti-pobreza projetadas para transformar a família e o indivíduo, e não a estrutura social e econômica, na maior parte dos países ocidentais. É necessária também, dentro dos estreitos limites da disciplina geográfica, uma teoria marxista que fundamente enfoques conceituais alternativos àqueles que seguem vigentes nocampo da Geografia.

1.1 – Desigualdades interclassista

1 – Teoria Marxista da desigualdade
O marxismo estabelece que a desigualdade é inerente ao modo de produção capitalista. A desigualdade produz-se inevitavelmente no processo normal das economias capitalistas, e não pode ser eliminada sem alterar de modo fundamental os mecanismos do capitalismo. Ademais, forma parte do sistema, oque significa que os detentores do poder tem interesses criados em manter a desigualdade social. Não vale a pena, pois, dedicar energias políticas para defender as políticas que se ocupam somente dos sintomas da desigualdade, sem atacar as suas forças geradoras básicas. Daí a necessidade de uma revolução social e econômica, a derrocada do capitalismo e sua substituição por um método de produçãoe um gênero de vida que estejam organizados em torno dos princípios de igualdade e justiça social.

Segundo Marx, a desigualdade das rendas é inerente ao regime de trabalho assalariado. No capitalismo trata-se a força de trabalho humana - duração de vida, esforço, crença e ânsia - como mera mercadoria que há de ser comprada por um patrão, a certo preço ou salário. Marx constata que os saláriosnão só devem cobrir o sustento básico para a manutenção do corpo, mas também algumas necessidades determinadas socialmente, que mantenham o trabalhador relativamente contente e aumentem o crescimento econômico. Ademais, os salários incluem os custos de substituição dos "trabalhadores desgastados por outros novos" e o custo de criar e educar as crianças; isto é, assegurar o desenvolvimento daforça de trabalho através da educação e da aprendizagem. Como os diferentes tipos de trabalho requerem diferentes níveis de educação e qualificação, assim também os salários devem ser distintos entre as distintas categorias dos trabalhadores. Portanto, e como primeiro resultado, a desigualdade dos salários é necessária para produzir a variedade de força de trabalho necessária para os distintos níveisde uma multidão de atividades econômicas diferentes. Em segundo lugar, o sistema capitalista assegura a desigualdade de acesso à hierarquia qualificada dentro da classe operária, repartindo os custos da reprodução social através do mecanismo salarial e permitindo que cada "grupo de trabalhadores" produza sua substituição. Em terceiro lugar, a desigualdade de acesso à educação e à qualificaçãopermite que grupos de assalariados exagerem as diferenças de salários inerentes à hierarquia qualificada, ao monopolizar parcialmente e restringir a oferta de trabalhos a certos níveis da hierarquia de trabalho. A desigualdade de salários e de oportunidades dentro da classe de assalariados fundamenta-se no regime de trabalho assalariado. Por isso, Marx afirmou: "pedir uma retribuição igual ou uma...
tracking img