Desenvolvimento e subdesenvolvimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DESENVOLVIMENTO E SUBDESENVOLVIMENTO CAPITALISTA SOB A PERSPECTIVA CRÍTICA DOS AUTORES CELSO FURTADO E FERNANDO H. CARDOSO

TEOFILO OTONI
2012
DESENVOLVIMENTO E SUBDESENVOLVIMENTO CAPITALISTA SOB A PERSPECTIVA CRÍTICA DOS AUTORES CELSO FURTADO E FERNANDO H. CARDOSO

De acordo com Celso Furtado, a teoria do desenvolvimento apresentou nos núcleos universitários ocidentais um ponto de vistaque ignora a dimensão histórica do desenvolvimento econômico limitando a perspectiva das variáveis não econômicas que determinam a intensidade do crescimento. Destaca a Revolução Industrial como um fenômeno autônomo, sem planejamento, mas com vários fatores favoráveis. Anterior ao advento da economia industrial, a classe comercial representava o agente dinâmico do desenvolvimento com pequenosaglomerados que facilitava o ajustamento dos estoques, este fator não poderia ocorrer em uma economia industrial, caso o produtor não encontre comprador para continuar no mercado terá de ofertar sua mercadoria por um preço mais baixo - tal aspecto justifica a preocupação que o empresário possui com os custos de produção.
Furtado defende a análise a partir de uma dimensão histórica em interlocução coma dimensãoeconômica, apresenta como modelo clássico de desenvolvimento a Inglaterra do século XVIII. Ao apresentar a mecanização da indústria têxtil, impulsionada pelos avanços tecnológicos e sob pressão concorrencial, os empresários são conduzidos a reduzir os custos e oferecer ao mercado preços cada vez mais baixos. O que permitiu desmantelar toda produção artesanal dentro da Inglaterra,destruindo a velha estrutura econômica de base artesanal, e posteriormente outros países - segundo o autor, tal fato revela a primeira etapa do desenvolvimento industrial. Vivia-se uma expansão de mão de obra empregada na indústria e estrategicamente uma baixa nos salários, crescimento na oferta e procura de bens de consumo, investimento maciço em inovações técnicas. Fase que resultou transformaçõesinternas no sistema econômico, modificações na distribuição da renda e aumento nos lucros, mas nenhuma melhoria nos salários dos operários.
Na concepção de Furtado, a segunda fase do desenvolvimento das economias industriais está caracterizada por mão de obra escassa, pela forte pressão por redistribuição de renda em favor dos trabalhadores e uma queda nas taxas de lucros reduzindo o ritmo docrescimento econômico. A fim de manter a elevada taxa de crescimento, aumento na produção de bens de consumo e bens de capital, o capitalismo industrial busca soluções na própria tecnologia para corrigir este desequilíbrio, inclusive substituir mão de obra por equipamentos. Portanto, o autor descreve a interdependência que existe entre as inovações tecnológicas nos países industrializados e ahistoricidade específica de sua configuração econômica.
À imagem de Furtado, o deslocamento da economia industrial para além das fronteiras europeias, permitiu avanços no transporte marítimo, prolonga-se o processo de desenvolvimento para as economias australianas, canadense e estadunidense. A ampliação da economia industrial europeia foi em direção às regiões já ocupadas, com seus sistemas econômicospróprios e variadas, mas de cunho pré-capitalista. Este impacto culminou em distintos efeitos, que variou de região para região, configurando quase sempre estruturas “híbridas”, uma parte tendia ao capitalismo industrial enquanto a outra continuava com suas bases estruturais arcaicas.
Furtado destaca que tal “dualismo”constitui o fenômeno do subdesenvolvimento contemporâneo: "o subdesenvolvimento é,portanto, um processo históricoautônomo, e não uma etapa pela qual tenham passado as economias que já alcançaram grau superior de desenvolvimento" (p.253). Essa peculiaridade permite entender a essência do problema das economias subdesenvolvidas na atualidade.Analisa a imobilidade da estrutura econômica da região onde se implementou a empresa capitalista, pois apenas uma pequena parcela da mão...
tracking img