Descida aos facu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1019 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A DESCIDA AOS INFERNOS

A DESCIDA AOS INFERNOS
No capitulo A Descida aos Infernos do Livro Londres e Paris do século XIX da autora Maria Stella Martins Bresciani graduada em História pela Universidade de São Paula começa a sua descrição da situação de Londres e Paris dos séculos passados usando a expressão dita por Shelly: ”o inferno é uma cidade semelhante a Londres” que cabe perfeitamente aodescrito em todo capítulo. Uma cidade amontoada de pessoas, casas, fábricas, em um contraste de abundância material e degradação humana.
A autora inicia citando o relato de Engels que diferente de outras pessoas não vê Londres com tom otimista, como uma grande cidade digna de respeito devido a grande revolução que gerou no mundo. Pelo contrário, as péssimas condições de vida dos cortiços empleno centro da cidade com casas feitas de pranchas pregadas, edifícios de três a quatro andares construídos sem planejamento, o cheiro horrível da falta de saneamento básico, as ruas estreitas e principalmente a atomização das pessoas que pareciam em meio as multidões esquecidos da condição humana de sempre buscar a felicidade um dos outros já que a esperança estava perdida devido aos maus tratos quea sociedade dava a eles, a classe operária, que só foram considerados de forma civilizada apenas depois de muita luta.
Durante o texto é mostrado como a situação conhecida da área de East End começou a ganhar então com o tempo diversas opiniões. Entre elas a que “os distritos pobres são considerados terra incógnita e seus habitantes selavegens”, pessoa que por sua condição de vida eramconsideradas. Também chamando atenção de vários empresários, cientistas e administradores a outras opiniões a partir desta, afirmam a teoria da degeneração urbana que diz que um homem operário da cidade não conseguiria mais se manter vivo quando chegasse aos seus 40 anos. O que já era de se esperar dada a situação vista por todos e que só depois de conclusões como estas foram capazes de começar a confirmara Idéia Sanitária e finalmente começar a chamar à atenção a consideração da importância política e moral a essas pessoas que implicam e formigar idéias de que uma reforma sanitária e estrutural traria benefícios como a diminuição dos altos custos da contenção de epidemias.
O relato mostra também como desde o declínio da manufatura da seda os cidadãos londrinos poderiam apostar no fato de grandechance de sua extinção e sua substituição por imigrantes, mais qualificados, começando assim formas de protestos “silenciosos”, que na verdade eram apenas conseqüências e pedidos de socorro de uma sociedade em que as leis não eram capazes de conter a situação de pobreza extrema, perdendo então para o trabalho irregular, biscates, pocilgas, prostituição, caridade, desordem, protesto e tumultos.O preconceito ao trabalhador londrino e o cegamento para os problemas da cidade, sustentaram o conceito do darwinismo social reforçando a teoria da degeneração urbana e assim “justificando” o inferno pelo que passavam aquelas pessoas não era culpa das autoridades assim explicando a posição privilegiada dos imigrantes que começam a tomar as tarefas especializadas daqueles trabalhadores operários deLondres, evidenciando mais ainda sua situação de desvantagem.
Migrando para o uso da máquina, a produtividade garante ainda mais a exploração do trabalhador. As fábricas desta vez justificavam suas atitudes a revolução industrial, forçando cada vez mais produtividade na fabricação de produtos baratos para não competir com os fabricados de luxo do West End.
Também nesta época, as áreas próximasas docas começaram a abrigar o subemprego acomodando mão-de-obra barata para os desempregados que não encontravam alternativa melhor. Nesse sistema de serviço portuário o lema porem era proporcionar uma sazonionalidade desse desempregado que a qualquer erro era facilmente substituído pela grande demanda de pessoas querendo trabalhar.
Em resposta a tantos anos de repressão, aconteceram...
tracking img