Custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1342 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DISCIPLINA: CONTABILIDADE DE CUSTOS
CLASSIFICAÇÃO DE CUSTOS E OUTRAS NOMENCLATURAS DE CUSTOS
Referência: Eliseu Martins, Cap. 4
1. Classificação de custos quanto à apropriação ao produto fabricado
Custos diretos – são aqueles que podem ser identificados individual e perfeitamente com o produto fabricado, sendo apropriado a ele de forma direta. Ex: material direto (matéria-prima eembalagem), mão-de-obra direta – MOD (representa os gastos salariais do pessoal que lida diretamente com o produto - operários) e custos relacionados à fabricação de um único produto (energia elétrica da produção, depreciação de máquinas, aluguel da fábrica).
Custos indiretos de fabricação ou de produção (CIF ou CIP) – são todos os demais custos dos produtos fabricados, que não podem ser identificadosindividualmente com os mesmos. São rateados ou alocados aos mesmos de maneira arbitrária, estimada. Critério de rateio é o parâmetro utilizado para as estimativas. Ex: seguintes gastos na fabricação de dois ou mais produtos - depreciação de máquinas, aluguel de fábrica, energia da produção, etc. Mão-de-obra indireta (MOI) – gastos salariais com o pessoal que lida indiretamente com o produto(supervisor de fábrica, pessoal do planejamento e controle da produção). Material indireto – material de custo irrelevante empregado na composição dos produtos finais cuja separação por cada um sairia dispendiosa (cola, verniz, prego etc).

2. Classificação de custos conforme o nível de atividade
Os custos classificam-se, conforme a variação no nível de atividade, em fixos e variáveis.
Custos fixos sãoaqueles custos que não variam em seu montante total conforme ocorram alterações no nível de atividade. Assim, qualquer aumento ou redução no nível de atividade não provocará mudança no total de custos fixos.
O nível de atividade normalmente relaciona-se ao volume de produção, mas pode também ser o nível de vendas. Um exemplo típico de custo fixo é o aluguel da fábrica. Este constitui-se de umvalor fixo mensal que é gasto independente de haver produção ou não no período. Por este motivo, afirma-se que o custo fixo é mais fator do tempo do que da produção em si e também sua existência deve-se mais à capacidade de produzir, ou seja, a estar em condições de fabricar.
Custos variáveis são custos que variam em seu montante total conforme ocorram alterações no nível de atividade. Neste caso,qualquer aumento ou redução no nível de atividade provocará mudança no total de custos variáveis.
A matéria-prima e mão-de-obra direta são os exemplos mais conhecidos de custos variáveis. De fato, qualquer aumento na produção levará a um maior consumo de matéria-prima e a mais horas despendidas com a produção, aumentando essas parcelas de custo variável.
No setor de serviços ocorre a mesmasituação. Quando há mais serviço prestado o custo total de mão-de-obra diretamente aplicada sobre o serviço aumentará (custo variável), mas o aluguel não irá variar (custo fixo).
Outros exemplos de gastos fixos podem ser relacionados como: depreciação de máquinas, salários da administração, publicidade, impostos prediais.
Em relação aos gastos variáveis, pode ser citado, além da matéria-prima emão-de-obra direta, o gasto com comissão de venda, atrelado ao nível de venda.

3. Outras nomenclaturas de custos
Custo de produção do período (CPP) – são os custos incorridos no processo produtivo em um determinado período de tempo. É a soma do material direto (matéria-prima) com a mão-de-obra direta e com os custos indiretos de fabricação. CPP = MP + MOD + CIF
Custo primário (CP) – é a soma damatéria-prima com a mão-de-obra direta. CP = MP + MOD
Custo de transformação (CTr) – é diferença entre o custo de produção do período e a matéria-prima. É o custo dos insumos utilizados na transformação da matéria-prima em produto acabado. CTr= CPP – MP
O processo produtivo começa com a matéria-prima que passa por uma fase de produto semi-elaborado ou semi-acabado e, depois, transforma-se em...
tracking img