Cromatografia liquida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4491 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE QUÍMICA ANALÍTICA II
“CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA”







GRUPO
Elizangela da Conceição Pedrosa RGM: 7974
Regiane Soares Barbosa RGM: 7817
Shaiene Rodrigues RGM: 7793



29 de Maio de 2012



SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3TIPOS DE CROMATOGAFIA 4
CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA (HPLC) 5
FASES 8
MECANISMOS DA HPLC 12
EQUIPAMENTOS 13
COLUNA 17
DETECTORES 19
APLICAÇÕES 22
CONCLUSÃO 22




INTRODUÇÃO

Desde o início do século passado a cromatografia vem sendo utilizada como técnica analítica, tendo seus métodos aperfeiçoados com o passar dos anos. Inicialmente era usada para separação de substânciascoradas, de onde lhe deriva o nome, mas atualmente a técnica é utilizada para separar uma grande variedade de compostos, que só ocasionalmente apresentam coloração.
Diferentes critérios são utilizados para distinguir os métodos cromatográficos, estes podem ser separados quanto ao mecanismo de separação, técnica empregada, tipo de fase utilizada e tipo de superfície na qual ocorre a separação,podendo ser cromatografia em coluna, quando ocorre dentro de um tubo, ou cromatografia planar, quando ocorre em uma superfície plana.
A cromatografia em coluna divide-se em cromatografia gasosa, cromatografia com fluído supercrítico e cromatografia líquida, podendo esta última ser classificada em cromatografia líquida clássica e cromatografia líquida de alta eficiência, tema que seráabordado no presente trabalho.
Somente por volta dos anos 60 que a tecnologia permitiu o uso de colunas empacotadas com partículas de diâmetro da ordem de 3 a 10μm, sendo fabricados aparelhos sofisticados que trabalhassem a alta pressão, ao contrário do que acontecia com as colunas de vidro simples da cromatografia líquida clássica, em que a eluição da fase líquida era devido somente a ação dagravidade. Desde então o nome cromatografia líquida de alta eficiência começou a ser utilizado para distinguir esta nova técnica dos métodos básicos, que ainda são usados em análise preparativa.
Apresentar o histórico, assim como os mecanismos de separação, equipamentos e aplicações da cromatografia líquida de alta eficiência são os principais objetivos deste trabalho.





TIPOS DECROMATOGRAFIA

A classificação dos métodos cromatográficos pode ser quanto ao mecanismo de separação, quanto a técnica empregada e em relação ao tipo de fase utilizada. No entanto, a classificação mais popular é a que leva em consideração o tipo de superfície na qual ocorre a separação, sendo dividida em cromatografia em coluna e cromatografia planar.Cromatografia

Planar Coluna



Cromatografia em coluna
A separação ocorre no interior de um tubo de vidro ou metal. De acordo com o estado físico da fase móvel distingui-se a cromatografia gasosa, cromatografia líquida e a cromatografia de fluído supercrítico.
Cromatografia líquida
A fase estacionária utilizada neste método, como nacromatografia gasosa, pode ser um sólido ou um líquido e como fase móvel utiliza-se um líquido no qual o soluto está dissolvido, assim, enquanto a fase móvel elui sobre a fase estacionária os solutos são separados de acordo com a interação destes com as fases, sendo eluído primeiro os que têm maior afinidade com a fase móvel e posteriomente os

que têm maior afinidade com a fase estacionária. Acromatografia líquida pode ser dividida em:
Cromatografia líquida clássica (CLC): este método utiliza colunas com diâmetros relativamente grandes, empacotadas com fases estacionárias finamente divididas, pelas quais passam as fases móveis sob ação da gravidade. Separa misturas bastante complexas, porém é demorada e necessita que seja feito exame químico ou espectroscópico das frações coletadas...
tracking img