Cristologia - do reino de deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1476 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto de Filosofia e Teologia de Goiás

DO REINO DE DEUS

FREDERICO CARLOS FERREIRA

Goiânia

2012

I – E expressão Reino de Deus e as fontes

Ensina Garcia Rubio que o termo Reino de Deus foi utilizado no judaísmo, onde se distinguia o Reinado de Deus no tempo presente, do reinado de Deus sobre todos os povos no tempo final, e há várias passagens onde Deus de Israel éidentificado como Rei. E isto é interessante, porque nunca aparecem nas palavras proferidas por Jesus o termo “rei”, mas somente a expressão Reino de Deus.

A expressão Reino de Deus em sua forma exata só aparece no antigo testamento uma vez (Sb 10,10), e apenas uma vez na forma de Reino de YHWH (1Cr 28,5), mas são comuns as expressões “seu Reino”, “teu Reino”, “meu Reino” e “a YHWH pertence o Reino”.No período pré-monárquico de Israel anda não existia essa concepção de YHWH Rei, o que demonstra que a Instituição reflete de algum modo a concepção do Deus, que naquela época era a do Deus guerreiro e vencedor, mas ainda desprovido de Título Real.

É a partir do Reino de Davi que começa a aparecer nos textos hebraicos o título Rei e a expressão é encontrada diversas vezes.

Em seguida, o povode Israel do pós-exílio formou uma sociedade teocrática, tendo o Templo como seu centro, sob a autoridade do sacerdote, e grande papel assume Deus “Naquele dia, diz o Senhor, reunirei as ovelhas que coxeiam, recolherei as expulsas (...) Então o Senhor reinará sobre elas no Monte Sião, desde agora e para sempre”(Mq 4,6-7).

Nas orações, o próprio judaísmo iria adotar posteriormente as invocaçõesa Deus como Rei. (Ester e Tobias)

Anote-se, também, a presença da realeza de Deus na Literatura de Qumrã e apócrifos do Antigo Testamento.

De acordo com as fontes cristãs foi bastante comum o uso deste termo nos evangelhos, sendo encontrado em todos, em maior parte nos sinóticos, e apenas duas vezes no de João.

II- O papel central do Reino de deus

Todas as fontes e todos os autoresconcordam que o reino de Deus foi o centro e o resumo de toda a mensagem divina de Jesus. Garcia Rubio comenta que para compreender o significado que Jesus atribuía a própria vida, às suas atividades, opções, ao seu comportamento e até à própria morte, é indispensável atentar para a relação existente entre Jesus e o Reino de Deus.

Outra concordância que parece haver entre os autores é o fato deque o reino de Deus possuía uma definição já conhecida por aqueles aos quais Jesus falava, sendo então, desnecessário que ele viesse a definir esse reino com maiores detalhes.

III – Fases da pesquisa Teológica sobre a compreensão reino de Deus

Segundo os ensinamentos de Theissen, a compreensão do Reino de Deus passou por, no mínimo, 6 fases.

A primeira delas é a interpretação ética doReino, uma comunidade de amor que começa no interior das pessoas e evolui num desenvolvimento dentro da história.

A segunda fase de compreensão propõe um Reino essencialmente futuro, um novo mundo que irromperia depois de catástrofes cósmicas, ou, um pouco diferente, que haveria uma irrupção desse Reino em futuro imediato.

Logo em seguida haveria a afirmação do Reino como presente, onde napessoa de Jesus todas as expectativas escatológicas foram cumpridas. O Reino de Deus já chegou.

Depois, uma quarta fase da pesquisa chega a conclusão de que o Reino de Deus seria tanto futuro quanto presente, chegando a ser consenso entre os Teológos.

A quinta concepção seria existencial, uma espécie de interpretação presente de uma escatologia futura, em que Bultman chega a dizer que “aconsciência de que há uma duração limitada para a hora da decisão reveste-se da consciência de que a hora da decisão está aqui para o mundo”.

Na sexta fase, Theissen destaca 3 concepções distintas bastante interessantes: a primeira vê o Reino de Deus como um símbolo de várias camadas, a outra vê analogia entre as características quilásticas com a teoria da dissonância cognitiva, e a última é a...
tracking img