Cris

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1333 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

|CURSO:Administração |
|DISCIPLINA: Ética nas Organizações |
|PROFESSOR: Nair Angélica Comassetto|
|ALUNO: Andressa Borges, Cristiane P. Hechler, Ezequiel A. dos Santos, Pedro A. Flores |


Práticas Leais de Operação

Princípios

O comportamento ético é fundamental para o estabelecimento e sustentação de relações legítimas e produtivas entre organizações. Evitar a corrupção e praticar o envolvimento políticoresponsável depende do respeito pelo estado de direito, adesão a normas éticas e transparência. A concorrência leal e respeito pelos direitos de propriedade não podem ser atingidos se as organizações não lidarem umas com as outras de forma honesta, eqüitativa e com integridade.

Organizações e Práticas Leais de Operação

As práticas leais de operação referem-se a uma conduta ética nos negóciosda organização com outras organizações, com órgãos públicos e também com seus parceiros, fornecedores, empresas terceirizadas, clientes, concorrentes e as associações de que são membros.
Essas práticas leais de operação surgem nas áreas de combate á corrupção, envolvimento político responsável, concorrência leal, comportamento socialmente responsável, a relação com outras organizações e orespeito pelos direitos de propriedade.

Práticas Leais de Operação e Responsabilidade Social

Trata-se da maneira como a organização usa suas relações com outras organizações para promover resultados positivos, tais como ao exercer liderança promovendo a adoção de responsabilidade social de forma mais ampla em toda a sua esfera de influência.


Práticas Anticorrupção

Acorrupção é o abuso do poder recebido para obtenção de vantagem pessoal. Alguns exemplos de corrupção incluem suborno envolvendo autoridades públicas ou pessoas no setor privado, conflito de interesses, fraude, lavagem de dinheiro, desvio de fundos, ocultação, obstrução da justiça e tráfico de influência.
A corrupção mina a eficácia e reputação de uma organização e a torna sujeita àprocessos criminais, assim como a sanções civis e administrativas. Pode resultar em violação dos direitos humanos, erosão de processos políticos, empobrecimento das sociedades, danos ao meio ambiente e também distorcer a concorrência, a distribuição de riquezas e o crescimento econômico.
Para evitar a corrupção é necessário que a organização tenha algumas iniciativas:
• Identificar osriscos de corrupção, implantar um sistema eficaz de combate à corrupção e manter políticas e práticas para combater à extorsão;
• Assegurar que sua liderança dê o exemplo de anticorrupção;
• Conscientizar seus colaboradores, representantes, empresas terceirizadas e fornecedores acerca da corrupção e como combatê-la;
• Apoiar e treinar seus colaboradores e representantes para erradicaro suborno e a corrupção e dê incentivos ao seu progresso;
• Assegurar que a remuneração de seus colaboradores e representantes seja adequada de acordo com a função exercida;
• Adotar mecanismos que permitam a denúncia de violações das políticas da organização e o acompanhamento do caso sem medo de represálias por parte dos colaboradores, representantes e fornecedores;
• Levar asviolações da legislação criminal ao conhecimento das autoridades judiciais competentes;
• Estimular aqueles com quem à organização tenha uma relação para adotar práticas anticorrupção semelhantes.


Envolvimento Político Responsável

As organizações podem apoiar os processos políticos públicos e estimular o desenvolvimento de políticas públicas que beneficiem a sociedade como um todo....
tracking img