Contos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5330 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sugestões de trabalho

Elaboradas pela professora

Rosana Correa Pereira El Kadri
Licenciada em Letras pela PUC-SP, é professora e assessora de Língua Portuguesa em escolas da rede pública e particular de São Paulo, desde 1986. Para a Editora Moderna, traduziu e adaptou os módulos do curso Compreensão Leitora – Ler e Viver e colaborou com a coleção didática Projeto Araribá, para o ciclo 2 doEnsino Fundamental.

1

Sumário
Apresentação, 4 O conto maravilhoso, 4 A Coleção Um, dois, três... Era uma vez!, 6 Sugestões de trabalho com os livros da coleção, 7 Leitura compartilhada, 7 Sugestões de atividades - O livro das criaturas extraordinárias, 8 Leitura compartilhada em classes de 1a e 2a séries, 8 Leitura compartilhada em classes de 3a e 4a séries, 10 Sugestões de atividades - Ahistória da sopeira e da concha, 12 Leitura compartilhada em classes de 1a e 2a séries, 12 Leitura compartilhada em classes de 3a e 4a séries, 14 Proposta de trabalho com os dois livros, 15 Observações finais, 16 Bibliografia comentada, 16

Coleção Um, dois, três... Era uma vez!

[...] a obra literária é um objeto social. Para que ela exista, é preciso que alguém a escreva e que outro alguéma leia. Ela só existe enquanto obra neste intercâmbio social. [...] É a relação que as palavras estabelecem com o contexto, com a situação de produção e leitura que instaura a natureza literária de um texto.

LAJOLO, Marisa. O que é literatura. 8. ed. São Paulo: Brasiliense. 1987. (Coleção Primeiros Passos)

3

Apresentação
Não é exagero afirmar que a literatura nasceu quase ao mesmotempo que o homem, quando este sentiu necessidade de contar aos outros alguma história que poderia ser significativa para a comunidade em que vivia. Foi a narrativa oral que possibilitou o aparecimento de vários outros gêneros narrativos, como é o caso, por exemplo, dos contos, do romance, das peças teatrais. Ainda que a literatura seja tão antiga, podemos afirmar que a infantil ou infanto-juvenil —aquela produzida especialmente para crianças e jovens — é muito mais recente. Ela apareceu durante o século XVIII, decorrente da ascensão da família burguesa — comerciantes, artesãos, profissionais liberais e, mais tarde, industriais —, do novo status concedido às crianças na sociedade — que até então eram consideradas “adultos em miniatura” — e da reorganização da escola para garantir aestabilidade e o funcionamento da nova organização social. Seu surgimento está diretamente relacionado à pedagogia, já que as histórias eram elaboradas com o objetivo de passar algum ensinamento ou formação moral, deixando os aspectos estéticos e literários em segundo plano.
O aspecto meramente lúdico de um texto não justificava a publicação, apenas o critério de utilidade educativa legitimava a difusão dehistórias infantis. Esse didatismo prepondera maciçamente até o surgimento de obras como Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carrol, A ilha do tesouro, de Robert L. Stevenson e as histórias de Mark Twain, As aventuras de Tom Sawyer e As aventuras de Huckleberry Finn.1

Na segunda metade do século XIX ocorre uma modificação na literatura infantil: as histórias passam a ter crianças comoheróis. A ação passa a ser contemporânea e apresenta o confronto entre o mundo do herói-criança e o mundo dos adultos; ocorre também uma valorização do aspecto estético e lúdico, além de uma identificação maior com seu público leitor. A literatura infantil passa a ser formadora, mas não educativa, no sentido pedagógico do termo.

O conto maravilhoso
O conto maravilhoso é uma narrativa de tradiçãooral, geralmente anônima, que gira em torno das situações criadas pelo imaginário. As histórias narradas revelam uma grande tendência para o encantamento: situações transformadas por algum tipo de magia e que não são explicadas de modo natural. Um tipo de conto maravilhoso em que a história se concentra nos poderes mágicos de seres sobrenaturais — fadas, bruxas, duendes etc. — é o conto de fadas....
tracking img