Contabilidade de custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8650 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Assis Gurgacz
Faculdade Assis Gurgacz

PÓS-GRADUAÇÃO
Professor: Ms. Edson Antonio Deliberali

Estruturas de mercados feitas por Stakelberg:

Imposição do preço ao mercado;

Oferta Procura

Um só vendedor Monopólio bilateral Quase monopólio Monopólio

Pequena número de vendedores Quase monopólio Oligopólio bilateral Oligopólio

Grande número de vendedores MonopsönioOligopsönio

Um só comprador Pequeno número de compradores Grande número de compradores

Concorrência perfeita

Fonte: Viceconti & Neves (2007; pag 487)

Porque entender Gestão de custos?

Mercado competitivo
$ PV

Prejuízo

Margem de Lucro
$ Custo desconhecido

Faculdade Assis Gurgacz

Da Contabilidade

Para a Contabilidade gerencial
Foco na decisão; Não está sujeita àsrestrições e imposições legais (pode ser feita paralela); Mais dinâmica e ágil; Específica para cada negócio.
Informação Informaç

Obrigatória; Sujeita às normas e imposições legais; Altamente normatizada e padronizada; Deve ser factível de auditoria posterior; Atende à vontade do Leão

Instrumentos da Contabilidade Gerencial Gestor

TERMINOLOGIA DA CONTABILIDADE DE CUSTOS:

: Compra de um produtoou serviço qualquer, que gera sacrifício financeiro para a entidade (desembolso), sacrifício esse representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente dinheiro);
Desembolso: Pagamento resultante da aquisição do bem
ou serviço;

Gasto

Investimento: Gasto ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuídos a futuro(s) período(s);

TERMINOLOGIA DA CONTABILIDADEDE CUSTOS:

Custo: Gasto relativo a bem ou serviço utilizado na produção
de outros bens ou serviços; reconhecido como tal, na hora da sua utilização dos fatores de produção

Despesas: Bem ou serviços consumidos direta ou indiretamente para obtenção de receitas; as despesas são itens que reduzem o Patrimônio Líquido e que tem essa característica de representar sacrifícios no processo deobtenção de receitas. Perda: Bem ou serviços consumidos de forma anormal e
involuntária

Faculdade Assis Gurgacz

Consumo para estoque
1

2

Custo

Produto ou Serviço
Incorridos

Consumo no tempo
3

Despesa

4

Investimentos
5

Gastos

Custos, despesas e resultado

Industrial, fabril, Produtivo = fabril,

Custos
Onde terminam No momento que o produto fica pronto para avenda.

Faculdade Assis Gurgacz
O desperdício ….

Perdas !!!

O conceito de perdas ...
Bens ou recursos consumidos mas não incorporados ao produto final Desperdício

Rotineiro: custos Ocasional: despesas

Um exemplo em perdas
Uma fábrica de escovas verificou que o peso de cada escova finalizada é igual a 40g. Porém o processo produtivo gera aparas iguais a 10g.

Qual o volume deplástico associado ao custo da escova?

Faculdade Assis Gurgacz

Comercial, Administrativo, financeiro = Despesas

Qual o custo?
Salário fabril: $500,00 Compra de máquina: $400,00 Matéria-prima consumida: $200,00 Salário administrativo: 300,00 Depreciação industrial: $700,00
$1.400,00

A difícil separação, na pratica, de custos e despesas
Teoricamente fácil: Custos = produção Despesas =Apoio Ex.: Um única administração, a geral que também gerência a produção!!!!
Surge a necessidade de “Rateio” = Arbitrariedade Para simplificação, algumas regras são básicas a serem seguidas: Valores irrelevantes dentro dos gastos totais da empresa não deve serem rateados; Valores relevantes, porem repetitivos a cada período, que numa eventual divisão teriam sua maior parte como despesas, não devemser rateados; Valores cujo o rateio é extremamente arbitrário devem ser evitados para apropriação ao custos.

Faculdade Assis Gurgacz
O custo da escova Finalizada: 40g Perdas: 10g Custo: 50g
Perdas rotineiras devem ser incorporadas nos custos

Outro exemplo em perdas
Em função de uma falha no fornecimento de energia elétrica, a produção da fábrica de escovas foi obrigada a descartar...
tracking img