Conflito basco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4385 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O conflito basco, também conhecido como o conflito Espanha-ETA, é um conflito armado entre o Estado espanhol e Movimento de Libertação Nacional do País Basco, um grupo de organizações sociais e políticas bascas que buscam a independência da Espanha e da França. O movimento é construído em torno da organização armada ETA, considerado por alguns como uma organização terrorista,[1][2] que desde 1959lançou uma campanha de ataques contra a administração espanhola. O conflito se dá principalmente em solo espanhol, embora em menor grau também está presente na França, e é o mais longo conflito violento na Europa Ocidental.[3] Tem sido algumas vezes referido como "a mais longa guerra na Europa". [4]
O conflito tem dimensões políticas e militares. Seus participantes são os políticos e ativistaspolíticos de ambos os lados, a esquerda abertzale, o governo espanhol e as forças de segurança da Espanha e França, que lutam contra a ETA e de outras organizações pequenas, normalmente envolvidas na Kale borroka. Grupos paramilitares de extrema-direita lutam contra a ETA também foram ativos na década de 1980.
Embora o debate sobre a independência do País Basco tenha começado no século XIX, osconflitos armados só começaram quando a ETA foi criado. Desde então, o conflito já resultou na morte de mais de mil pessoas, entre elas policiais e oficiais de segurança, civis, políticos ou membros do ETA. Houve também milhares de feridos, dezenas de sequestrados e pelo menos 200 000 pessoas estão no exílio. [5][6]

ETA, o País Basco e a autodeterminação
Introdução

Nas últimas três décadas aimprensa internacional têm dado grande destaque às atividades do grupo basco ETA (Euzkadi Ta Askatasuna), que através de vários atentados choca-se com a política do Estado espanhol, exigindo a independência de todo o País Basco.

Origem

Mapa da Revista IstoÉ

A região ocupada pelos bascos situa-se no norte da Espanha e noroeste da França. Presume-se que o povo basco tenha ocupado a PenínsulaIbérica por volta do ano 2000 a.C. e tenha resistido as constantes invasões sofridas pela região ao longo dos séculos. Apesar da dominação romana, os bascos mantiveram sua língua, costumes e tradições, num processo de constante resistência. A língua basca não tem parentesco com nenhuma outra no mundo e embora seja a língua mais antiga falada hoje na Europa, o vasconço somente constitui-se comolíngua escrita no século XVI e reforçou o sentimento de união do povo.
Entre os séculos XV e XVI a região foi submetida à Espanha, finalizando o processo de formação do Estado Monárquico, que havia sido iniciado com o casamento dos reis católicos Fernando e Izabel.

A Formação da ETA

Igreja de São Nicolas em Bilbao

Euzkadi Ta Askatana (ETA) significa na língua basca Pátria Basca e Liberdade.Essa organização nasceu como um movimento socialista fundado em 1959 a partir da atividade de vários grupos culturais e políticos que atuavam na sociedade.
O desenvolvimento de uma política socialista e ao mesmo tempo nacionalista esteve vinculada a história mais recente do povo basco: durante a Guerra Civil Espanhola (1936-39) a maioria da população basca apoiou os republicanos, aliados naquelemomento aos socialistas e anarquistas, provocando violentas represálias por parte dos fascistas, sendo que o episódio mais conhecido foi o bombardeio da cidade basca de Guernica no dia 26 de abril de 1937, quando a aviação da Alemanha nazista lançou bombas incendiárias, matando mais de 1000 pessoas. A ditadura fascista do general Franco reprimiu com grande violência todos os movimentosnacionalistas. No País Basco, o vasconço foi proibido assim como qualquer manifestação política ou cultural dos bascos. O Estatuto de Autonomia que havia sido aprovado pelas Cortes em 1936 foi suprimido. A repressão sobre os bascos contribuiu de decisivamente para o radicalismo no interior da ETA e na segunda metade dos anos 60 a organização passou a luta armada, tendo como alvo os membros do aparato de...
tracking img