Como motivar usuarios de risco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1719 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO MOTIVAR USUARIOS DE RISCO



Como motivar usuários de álcool e outras drogas sendo elas ilícitas ou licitas,os malefício que vem junto com elas tais como familiar e social.
Não basta so dizer oque elas fazem ou causam mas sim mostrar de maneira minuciosa e sutil do modo e jeito que elas as dominam ao ponto que ela se torna diária sem que o individuo perceba.
Os sintomas geralmente sãofalta de motivação,negação,falta de apetite,descontrole emocional,convívio social,financeiro,familiar e a principal o isolamento da sociedade.
Quando o dependente nega estar nestas questões e quando abordados negão facilmente que ainda não perderão o controle sobre suas vidas.
E facilmente ignorão sinais de aviso de atitudes insanas.
Como por exemplo e calmo as vezes prepotente e arroganteou leva tudo na brincadeira quando apontados.
As vezes temos que tomar cuidado quando nos conversamos com esta pessoa para que nos mesmos não percamos os reais motivos para estar sinalizando a pessoa pois pessoas adquitas se blindão ou manipulão e acabam distorcendo a nossa sinalização de ajuda que tanto elas nescesitam.
Uma dica valiosa e procurar um colega de trabalho seja ele um terapeuta jacom mais experiência ou de um seus familiares para saber como abordar a pessoa com mais precisão e poder dar um respaudo melhor para ele.
Exemplo já sabemdo como abordar ou já estar preparado para dar suporte nescesario já no problema já fica mais fácil de ajudalo a se restabelecer.
Podemdo saber onde convive,no que trabalha e o que faz nas horas vagas já é um bom começo.
Sendo bem usado asdicas o trabalho para ajuda poderá ser mais acertivo mesmo que demore algum tempo a pessoa posa sim dar continuidade para um despertar seja ele espiritual ou acertivo em sua vida.
Se tudo isso não der certo e percebemos que estamos diante de uma pessoa compulsiva ou resistente temos que ter mais cuidado e agir de maneira sutil e cautelosa para que possamos nos aprossimar dela já com um grupo maispreparado ou seja uma equipe terapêutica e juntamente com seus colaboradores, para que possamos fazer que esta pessoa tenha sua negação quebrada.
Se este não e o caso podemos propor uma reunião com a família e conversar sobre o problema (o adquito) e com cautela e calma aconselharemos a família após a reunião,depois de filtrar todas as informações.
Usando a abordagem certa ou seja serena e calmatente conversar com a pessoa pois a adquisão faz com que ela seja desconfiada e se perceber algo elas tendem a rebater ou neganse a conversar sobre o problema.
Fique atento para que na hora da conversa a pessoa não esteja sob o efeito da substancia de preferência.
Se poder conversar com ela quando estiver com aguarda aberta use todas as maneiras possíveis para assim ter melhores chances deconvence-la que suas ações estão interferindo no seu modo de vida e dos demais que estão relacionados diretamente ou indiretamente em sua vida.
Se conseguir tente ir mais fundo na questão.
Desenvolva com ela uma proposta de mudanças de comportamentos e pensamentos.


(EXEMPLOS)


Tomar café com a família.
Refeições em grupo familiar.
Fazer programas com a família tais com passeios,atividadesesportivas e culturais.
Diálogos em família ajudam com a pessoa sempre presente pois podemos saber sempre um pouco mais das suas dificuldades e anseios e preocupações e até mais.
Tente sempre que possível unir a família para festas e eventos sem álcool ou agitações que incitem ele após a festa usar como desculpa para o uso de sua substancia de preferência que já tanto o prejudicaram.COMO COLOCAR O PLANO EM AÇÂO


Sem alardes comunique a família ás pessoas mais envolvidas e que se importem com ele e se possível dizer a elas e que esta festa e para a pessoa se reaprosimar da família e o convívio social, coloque ela com pessoas da família que já havia perdido o contato ou dialogo.
Depois da festa pergunte a ele como se não quizese nada como foi a festa puxe asunto....
tracking img