Cocaina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3599 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Cocaína
|
|
Cocaína
 Aviso médico |
Nome IUPAC (sistemática) |
3-benzoiloxi-8-metil-8-azabiciclo. [3.2.1]octano-4-carboxilico |
Identificadores |
CAS | 50-36-2 |
ATC | N01BC01 |
PubChem | 5760 |
DrugBank | APRD00080 |
Informação química |
Fórmula molecular | C17H21NO4  |
Massa molar | 303,353 g/mol |
Farmacocinética|
Biodisponibilidade |  ? |
Metabolismo | Hepático |
Meia-vida | 1 hora |
Excreção | Renal |
Considerações terapêuticas |
Administração | tópica, oral, inalação,intravenosa. |
DL50 |  ? |
Cocaína
Alerta sobre risco à saúde |
|
Outros nomes | Cocaína |
Identificadores |
Número CAS | 50-36-2 |
PubChem | 5760 |
DrugBank | DB00907 |
Propriedades |
Fórmula química |C17H21NO4 |
Massa molar | 303.33 g mol-1 |
Ponto de fusão | 98 °C [1] |
Riscos associados |
Frases R | R23/24/25, R43 |
Frases S | S22, S36/37/39, S45 |
LD50 | 96 mg·kg−1 (Camundongo, via oral)[2]
13 mg/kg (Cão, via oral) [3] |
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN
Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde. |Cocaína, benzoilmetilecgonina ou éster do ácido benzóico é um alcalóide usado como droga, derivada do arbusto Erythroxylum cocaLamarck, com efeitos anestésicos [4] e cujo uso continuado, pode causar outros efeitos indesejados como dependência, hipertensão arterial e distúrbios psiquiátricos.[4] A produção da droga é realizada através de extração, utilizando como solventes álcalis, ácidosulfúrico, querosene e outros.[5]
Índice  [esconder]  * 1 História * 1.1 Andes e arbusto da coca * 1.2 Primeiras experiências * 1.3 Popularização * 1.4 Proibição * 1.5 Uso moderno * 2 Erythroxylum coca * 3 Produção * 4 Padrões de uso * 5 Mecanismo de ação * 5.1 Enquanto anestésico local * 6 Toxicologia * 7 Efeitos * 7.1 Efeitos imediatos * 7.2 Efeitos em altasdoses * 7.3 Efeitos a longo prazo * 7.4 Efeitos tóxicos agudos * 8 Tratamento da toxicodependência * 9 Epidemiologia da toxicodependência * 10 Testes para detecção do uso de cocaína * 11 Tráfico e custos sociais da cocaína * 12 Notas e referências * 13 Ver também |
-------------------------------------------------
[editar]História
[editar]Andes e arbusto da coca
A folhade coca (cujo consumo mesmo se em grandes quantidades, leva apenas à absorção de uma dose minúscula de cocaína) é usada comprovadamente há mais de 1200 anos pelos povos nativos da América do Sul. Eles a mastigavam para ajudar a suportar a fome, a sede e o cansaço, sendo, ainda hoje, consumida legalmente em alguns países (Peru, Bolívia) sob a forma de chá (a absorção do princípio activo, por estavia, é muito baixa). Os Incas e outros povos dos Andes usaram-na certamente, permitindo-lhes trabalhar a altas altitudes, onde a rarefação do ar e o frio tornam o trabalho árduo especialmente difícil. A sua ação anorexiante (supressora da fome) lhes permitia transportar apenas um mínimo de comida durante alguns dias.
Inicialmente os espanhóis, constatando o uso quase religioso da planta, nas suastentativas de converter os índios ao cristianismo, declararam a planta produto do demónio.
O seu uso entre os espanhóis do novo mundo espalhou-se, sendo as folhas usadas para tratar feridas e ossos partidos ou curar aconstipação/resfriado. A coca foi levada para a Europa em 1580.
[editar]Primeiras experiências
O alcalóide cocaína foi isolado das folhas de coca por Niemann em 1859[6] ou 1860,que lhe deu o nome. No entanto há boas razões para supor que foi antes Friedrich Gaedcke que a isolou pela primeira vez em 1855[6] ou 1856.[7]

Vinho Mariani
O seu uso espalhou-se gradualmente. Após visitas à America do Sul de cientistas italianos que levaram amostras da planta para o seu país, o químico Angelo Mariani desenvolveu, em 1863 ovinho Mariani, uma infusão alcoólica de folhas de...
tracking img