Ciencias sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2508 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CIENCIAS SOCIAIS


Introdução ao pensamento

1-A Sociologia surgiu em um contexto social específico, marcado por profundas transformações sociais que colocava  a necessidade de compreender a sociedade sob a perspectiva da ciência. O contexto histórico foi marcado pela,(o) 
R: A revolução industrial e a revolução francesa, por contribuirem para a consolidação do capitalismo. 
2- Orenascimento  foi caracterizado como o momento histórico em que floresceu um novo pensamento social  marcado pelo laicismo e pelo aparecimento de novas instituições políticas e sociais, como as nações, os estados, as legislações e os exércitos.  Neste contexto, as atividades econômicas ligadas ao comércio se desenvolveram favorecendo que classe social ?R: a burguesia comercial

3- Foi  no Renascimentoque o homem europeu retornou  a prática do pensamento especulativo, concebendo o seu papel na história dos acontecimentos como agente. O pensamento social renascentista expressou-se nas obras de pensadores como  Nicolau Maquiavel e Thomas Morus. Nestas duas obras observa-se:R: compreensão da  vida social  como resultante das condições econômicas e políticas e não da fé;

4- A partir do século XV,o Renascimento possiblitou mudanças profundas na mentalidade da época. Os elementos básicos desta nova mentalidade são: R: A formação de uma mentalidade laica e a defesa do emprego de métodos científicos

5-O renascimento é considerado um dos mais importantes momentos da história do Ocidente, entendido como o momento da ruptura entre o mundo medieval, com  características de sociedadeagrária, estamental, teocrática e fundiária e o mundo moderno, urbano, burguês e comercial. Neste período emerge um novo pensamento social que tem por base:R:a-) Estímulo ao individualismo, rejeição ao pensamento religioso, valorização da razão.
6-O despontar da Sociologia no século XIX significou o aparecimento da preocupação do homem com o seu mundo e a sua vida em grupo, numa nova expectativa,livre das tradições morais e religiosas provocando assim, uma preocupação com as regras que organizavam a vida social que, se observadas e apreendidas, poderiam dar a este homem explicações razoáveis que tornassem possível prever e controlar os fenômenos sociais, resultandoR:a-) na possibilidade de poder intervir conscientemente nos processos sociais 
 
Transformação do capitalismo

1- Noinício da Revolução Industrial o trabalho infantil foi utilizado com grande intensidade pelos capitalistas por quê:R: supunha, na criança, maior docilidade e obediência em virtude de sua fragilidade

2- ENADE 2004
"O homem se tornou lobo para o homem, porque a meta do desenvolvimento industrial está concentrada num objeto e não no ser humano. A tecnologia e a própria ciência não respeitam valoreséticos e, por isso, não tiveram respeito algum com  o humanismo, para a convivência e para o sentido mesmo da existência. Na própria política, o que contou no pós-guerra foi o êxito econômico e, muito pouco, a justiça social e o cultivo da verdadeira imagem do homem. Fomos vítimas da ganância e da máquina. Das cifras. E, assim, perdemos o sentido autêntico da confiança, da fé, do amor. As máquinasandaram por cima da plantinha sempre tenra da esperança. E foi o caos."
ARNS, Paulo Evaristo. Em favor do homem. Rio de Janeiro: Avenir, s\d, p. 10.
De acordo  com o texto, pode-se afirmar que:R: O desenvolvimento tecnológico e científico não respeitou o humanismo
3- A Revolução Industrial ocorrida no final do século XVIII transformou as relações do homem com o trabalho. As máquinas mudaram asformas de trabalhar, e as fábricas concentraram-se em regiões próximas às matérias-primas e grandes portos, originando vastas concentrações humanas. Muitos dos operários vinham da área rural e cumpriam jornadas de trabalho de 12 a 14 horas, na maioria das vezes em condições adversas. A legislação trabalhista surgiu muito lentamente ao longo do século XIX e a diminuição da jornada de trabalho...
tracking img