Ciencias contabeis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2513 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Rotinas trabalhistas

1- Contribuição Sindical
A Contribuição Sindical dos empregados será recolhida de uma só vez e corresponderá à remuneração de um dia de trabalho, qualquer que seja a forma de pagamento.
O desconto da contribuição sindical corresponde a um dia normal de trabalho, ou seja, vai ser composta da remuneração que corresponda à jornada diária normal do empregado.
Osempregadores são obrigados a descontar da folha de pagamento de seus empregados, relativa ao mês de março de cada ano, a Contribuição Sindical por estes devida aos respectivos sindicatos.
Deve-se verificar se o empregado não sofreu o desconto respectivo na empresa anterior, caso em que este não poderá sofrer outro desconto. Referida hipótese deverá ser anotada na ficha de Registro de Empregados.Caso não tenha ocorrido qualquer desconto, o mesmo deverá ocorrer no próprio mês, para recolhimento no próximo mês. 
A empresa deverá anotar na ficha ou na folha do livro de Registro de Empregados as informações relativas à Contribuição Sindical paga. A citada anotação deve ser feita para efeitos de controle da empresa, uma vez que a Portaria MTb nº 3.626/91, alterada pela Portaria MTb nº 3.024/92,não exige as referidas anotações. 
1.2- Desconto de INSS dos empregados

1.2.1- Instituto Nacional do Seguro Social
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma autarquia do Governo Federal do Brasil que recebe as contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social, sendo responsável pelo pagamento da aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente,entre outros benefícios previstos em lei. Além do regime geral, os estados e municípios podem instituir os seus regimes próprios, financiados por contribuições específicas.

1.2.2- Cobrança das contribuições

Um segurado é atendido pela Previdência Social.
Parte das contribuições são efetivadas por desconto na folha de pagamento, antes de o funcionário da empresa receber o valor total de seusalário. Mas existe um limite máximo para o desconto do INSS. Quando o empregado tiver como salário um valor superior ao limite máximo de contribuição, só é admissível descontar do salário um valor estabelecido, chamado de teto. Mesmo ganhando mais, não poderá contribuir com mais dinheiro. Todos os meses, o funcionário terá descontado na sua folha de pagamento o valor referente ao INSS. As porcentagensde desconto irão variar dependendo do salário de cada um. As leis previdenciárias mudam com uma certa frequência, por isso a tabela de descontos do INSS sobre o salário no atual momento é:
|Tabela (a partir de 15.07.2011) |
|Faixa salarial |Alíquota |
|de até R$ 1.107,52 |8,00% |
|de R$1.107,53 até 1.845,87 |9,00% |
|de R$ 1.845,88 até 3.691,74 |11,00% |

|Tabela a partir de 01.01.2011 (Antiga) |
|Faixa salarial |Alíquota |
|de até R$ 1.106,90 |8,00% |
|de R$ 1.106,91 até 1.844,83 |9,00% |
|de R$ 1.844,84 até3.689,66 |11,00% |

1.2.3 - Tipos de contribuinte

• Empregado: quem trabalha para empresa.
• Empregado doméstico: quem trabalha em uma residência (ex:jardineiro).
• Trabalhador avulso: quase sempre é um portuário.
• Contribuinte individual: são os autônomos e todos os que recebem remuneração que não é salário.
• Segurado especial: pequenosagricultores e pescadores.
• Segurado facultativo: aquele que tem mais de 16 anos, não tem renda própria, mas decide contribuir.

1.2.4- Benefícios previdenciários

Aposentadoria por idade: têm direito ao benefício os trabalhadores urbanos do sexo masculino aos 65 anos e do sexo feminino aos 60 anos de idade. Os trabalhadores rurais podem pedir aposentadoria por idade com cinco anos a...
tracking img