Chuvas geram quadros distintos na safra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO • ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

Chuvas geram quadros distintos na safra 2010/11 de soja no Brasil
A atual temporada, o desenvolvimento das lavouras não tem sido afetado por grandes problemas climáticos e agronômicos. Até medos de fevereiro, foram detectados apenas alguns casos pontuais, que,segundo agentes colaboradores, não devem ter grandes influência sobre o rendimento final da safra de soja. Mesmo o atraso na semeadura da soja em decorrência do fenômeno La Niña, até novembro, já havia sido contornado. Em Mato Grosso, o estados que mais sofreu com esse atraso, em outubro/10, cerca de 30% das áreas de soja haviam sido semeadas, contra quase 50% no ano anterior. Entre as regiõesanalisadas no estado, a de Sorriso era a mais atrasada em relação à safra anterior. Em novembro, no entanto, computava-se 90% da área cultivada, pouco abaixo dos 95% de 2009. Ainda com relação ao clima, as chuvas, embora tenham alcançado volumes inferiores aos da safra passada na maioria das regiões produtoras, não ocasionaram quebra na produção de soja. Segundo agentes de mercado, as chuvas foram bemdistribuídas em grande parte das regiões produtoras, não havendo problemas com estiagens, com exceção de algumas áreas no Rio Grande do Sul e em outras próximas a Rio Verde (GO). O menor volume total de chuvas, aliás, ocasionou dois quadros agronômicos distintos nas áreas produtoras de soja. Se, por um lado, houve redução dos focos de ferrugem asiática no País, por outro, proporcionou ligeiroaumento na infestação de lagartas desfolhadoras na cultura. Segundo dados do Consórcio Antiferrugem, entre setembro/10 e janeiro/11 haviam sido encontrados 380 focos de ferrugem asiática em todo o Brasil. Analisando-se esse mesmo período na safra 2009/10, o resultado são 1.803 ocorrências da doença. Na atual safra, os estados sulistas têm apresentado maiores problemas com a doença fúngica. No Paraná,até janeiro/11, haviam sido registradas 203 ocorrências de ferrugem, enquanto no Rio Grande do Sul eram 78 focos. Na safra 2009/10, no mesmo período foram registrados 251 e 295 casos nesses estados, respectivamente. Já no Centro-Oeste, a situação comparativa é ainda melhor. Na safra 2010/11, até o mês de janeiro/11, foram registrados 32 focos de ferrugem em Goiás, 18 em Mato Grosso do Sul e 15 emMato Grosso. Na temporada passada, até janeiro/10, somavam-se 494, 331 e 292 ocorrências da doença nesses três estados, respectivamente. Com relação à infestação de lagartas desfolhadoras, o menor volume de chuva acarretou maior incidência. Além dos ataques normais da lagarta da soja e da falsa medideira, destacaram-se durante a safra grande infestação da lagarta da maçã do algodoeiro em Mato Grossoe em Rio Verde e da lagarta militar em Uberaba (MG).

CAIXA POSTAL 132 • 13400-970 • PIRACICABA - SP • BRASIL • TEL: 19 3429-8837 • FAX: 19 3429-8829

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO • ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

Segundo agentes de mercado, embora o grau de infestação de tais lagartas tenha sido elevado, mercado, ainda nãohá sinais evidentes de grandes prejuízos no rendimento da produção de soja. Grande parte disso deve-se ao fato de muitos produtores terem optado por uma ou duas aplicações extras se de inseticidas, que acabaram controlando as lagartas, mas elevaram o custo de produção. Para efeito de comparação, uma aplicação extra de metomil (0,8 litro/ha), inseticida de contato e ingestão, custaria ao produtorR$ 20,09/ha em Uberaba, R$ 19,87/ha em Dourados (MS) e R$ 13,64/ha em Campo Novo do Parecis (MT), considerando considerando-se a mão-de-obra e custo de operação, obra além de preços médios do defensivo nos últimos 3 meses. Já a aplicação do inseticida teflubenzurom (0,05 litro/ha), que é um inibidor de síntese de quitina, traria um incremento ao de custo de produção de R$ 13,16/ha, R$ 12,23/ha...
tracking img