Ceticismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (762 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CETICISMO.

O ceticismo (português brasileiro) ou cepticismo (português europeu) (AO1990: ceticismo) (derivado do verbo grego σκέπτομαι, transl. sképtomai, "olhar à distância", "examinar","observar") é a doutrina que afirma que não se pode obter nenhuma certeza absoluta a respeito da verdade, o que implica numa condição intelectual de questionamento permanente e na inadmissão da existência defenômenos metafísicos, religiosos e dogmas(o que constitui uma das únicas idéias em que o Ceticistmo da certeza a um ponto de vista, contrariando a própria idéia de não ter certeza absoluta a respeitode alguma verdade, devido ao fato do "provar que uma religião esta certa" ser impossível de provar) . O termo originou-se a partir do nome comumente dado a uma corrente filosófica originada na GréciaAntiga.

O ceticismo costuma ser dividido em duas correntes:

* Ceticismo filosófico - uma postura filosófica em que pessoas escolhem examinar de forma crítica se o conhecimento e percepçãoque possuem são realmente verdadeiros, e se alguém pode ou não dizer se possui o conhecimento absolutamente verdadeiro;
* Ceticismo científico - uma postura científica e prática, em que alguémquestiona a veracidade de uma alegação, e procura prová-la ou desaprová-la usando o método científico.
Ceticismo filosófico

O Ceticismo filosófico originou-se a partir da filosofia grega. Uma de suasprimeiras propostas foi feita por Pirro de Élis (360-275 a.C.), que viajou até a Índia numa das campanhas de Alexandre, o Grande para aprofundar seus estudos, e propôs a adoção do ceticismo "prático"(ver também Pirronismo).

Subseqüentemente, na "Nova Academia", Arcesilau (315-241 a.C.) e Carnéades (213-129 a.C.) desenvolveram mais perspectivas teóricas, que refutavam concepções absolutas deverdade e mentira. Carneades criticou as visões dos dogmatistas, especialmente os defensores do estoicismo, alegando que a certeza absoluta do conhecimento é impossível. Sexto Empírico (200 d.C.), a...
tracking img