Certificado energetico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2457 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Nº CER
CE0000037837230

CERTIFICADO DE DESEMPENHO
ENERGÉTICO E DA QUALIDADE
DO AR INTERIOR
TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO
Morada / Localização Azinhaga Nova
Localidade Fortios

Freguesia FORTIOS

Concelho PORTALEGRE

Região Portugal Continental

Data de emissão

20/09/2010

Nome do perito qualificado
Imóvel descrito na
sob o nº--

1258/20090413

Data de validade

Nuno Jorge Roque Martins

20/09/2020

N.º de PQ

PQ01291

Conservatória do Registo Predial de Portalegre
Art. matricial nº

691

Fogo/Fracção autón.

Este certificado resulta de uma verificação efectuada ao edifício ou fracção autónoma por um perito devidamente qualificado para o efeito, em relação aos requisitos previstos noRegulamento das
Características de Comportamento Térmico dos Edifícios (RCCTE, Decreto-Lei 80/2006 de 4 de Abril), classificando o imóvel em relação ao respectivo desempenho energético. Este certificado
permite identificar possíveis medidas de melhoria de desempenho aplicáveis à fracção autónoma ou edifício, suas partes e respectivos sistemas energéticos e de ventilação, no que respeita ao
desempenhoenergético e à qualidade do ar interior. Para verificar a validade do presente certificado consulte www.adene.pt.

1.

ETIQUETA DE DESEMPENHO ENERGÉTICO

INDICADORES DE DESEMPENHO

CLASSE ENERGÉTICA

Necessidades anuais globais estimadas de
energia primária para climatização e águas
quentes

20,06

kgep/m².ano

Valor limite máximo regulamentar para as
necessidades anuais globais deenergia
primária para climatização e águas quentes
(limite inferior da classe B¯ )

10,68

kgep/m².ano

Emissões anuais de gases de efeito de estufa
associadas à energia primária para climatização
e águas quentes

2.

1,2

toneladas de CO2
equivalentes por ano

DESAGREGAÇÃO DAS NECESSIDADES NOMINAIS DE ENERGIA ÚTIL

Necessidades nominais de energia útil
para...

Valorestimado para as condições de
conforto térmico de referência

Valor limite regulamentar para as
necessidades anuais

Aquecimento

345,06 kWh/m².ano

107,96 kWh/m².ano

Arrefecimento

10,95 kWh/m².ano

32 kWh/m².ano

115,66 kWh/m².ano

69,81 kWh/m².ano

Preparação das águas quentes
sanitárias
NOTAS EXPLICATIVAS

As necessidades nominais de energia útil correspondem a umaprevisão da quantidade de energia que terá de ser consumida por m² de área útil do edifício ou fracção autónoma para manter o
edifício nas condições de conforto térmico de referência e para preparação das águas quentes sanitárias necessárias aos ocupantes. Os valores foram calculados para condições convencionais de
utilização, admitidas como idênticas para todos os edifícios, de forma a permitircomparações objectivas entre diferentes imóveis. Os consumos reais podem variar bastante dos indicados e
dependem das atitudes e padrões de comportamento dos utilizadores.
As necessidades anuais globais de energia primária (estimadas e valor limite) resultam da conversão das necessidades nominais estimadas de energia útil em kilogramas equivalente de petróleo
por unidade de área útil do edifício,mediante aplicação de factores de conversão específicos para a(s) forma(s) de energia utilizada(s) (0,290 kgep/kWh para electricidade e 0,086 kgep/kWh para
combustíveis sólido, líquido ou gasoso) e tendo em consideração a eficiência dos sistemas adoptados ou, na da sua definição, sistemas convencionais de referência.
As emissões de CO2 equivalente traduzem a quantidade anual estimada de gases deefeito de estufa que podem ser libertados em resultado da conversão de uma quantidade de energia primária
igual às respectivas necessidades anuais globais estimadas para o edifício, usando o factor de conversão de 0,0012 toneladas equivalentes de CO2 por kgep.
A classe energética resulta da razão entre as necessidades anuais globais estimadas e as máximas admissíveis de energia primária para...
tracking img