Cerrado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7464 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA



Curso: Ciências Biológicas Ano: 2012
Professor: Celso J. Rubin Filho
Alunos: Ana Carolina Rapacci Ra: 51292
Anne Fabiele Silva Ra: 53188
Isabela Caroline Pascoli Ra: 51857Mariana Domingos Gonçales Ra: 52531







REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

CERRADO



“Nem tudo que é torto é errado...
Veja as pernas do Garrincha
E as árvores do Cerrado”
Nicolas Behr“Poesília”





Maringá
2012
Introdução

Os espaços geográficos brasileiros são conhecidos como domínios morfoclimáticos e fitogeográficos, sendo eles: Amazônico, da Mata Atlântica, das Caatingas, dos Cerrados, da Araucária e das pradarias do sul. A palavra domínio deve ser entendida como uma área do espaço geográfico com características distintas daquelas predominantes nasdemais áreas, podendo ocorrer outras feições ecológicas e morfológicas além das predominates.
O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro, sendo superado em área apenas pela Amazônia. Ocupa 21% do território nacional. O termo Cerrado é comumente utilizado para designar o conjunto de ecossistemas (savanas, matas, campos e matas de galeria).


[pic]
Figura 01 – DistribuiçãoGeográfica


Uma das características marcantes do cerrado é a sazonalidade na temperatura e precipitação ao longo do ano, que define a existência de dois períodos climáticos bem marcados: um quente e úmido e outro frio e seco (EITEN, 1972).
O cerrado é um ecossistema terrestre, de grande dimensão, com características uniforme e marcantes. Estima-se que a área do cerrado seja em tornode 1,5 milhão de Km2, mas se adicionarmos as faixas de transição este valor pode chegar entre 1,8 ou 2,0 milhões de Km2. Tendo assim, uma dimensão grande, ele é representado em grande parte dos estados do Brasil, concentrando-se no Planalto Central.
A combinação entre as flutuações climáticas sazonais, as características físico-químicas dos solos e a ocorrência de queimadas determinam adistribuição, vegetais deste bioma (EITEN, 1972)
Segundo Lenza (2006), a destruição dos ecossistemas que constituem o Cerrado continua de forma acelerada. As taxas atuais de desmatamento variam entre 22.000 e 30.000km² por anos superiores àquelas da Amazônia. A riqueza de espécies de aves, peixes, répteis, anfíbios e insetos é igualmente grande, embora a riqueza de mamíferos sejarelativamente pequena. As taxas de desmatamento no Cerrado têm sido historicamente superiores às da floresta Amazônica e o esforço de conservação do bioma é muito inferior ao da Amazônia

Características do Solo e Relevo

Com o começo da Era Cenozóica e, em seu período Terciário, movimentos
tectônicos formaram a Cordilheira dos Andes e soerguem o Planalto Central Brasileiro, a partir daí, os rios quetinham a drenagem endorréica, modificaram seu curso e passaram a correr em uma drenagem exorréica, gerando mudanças consideravelmente importantes para a região. O clima então se modificou, deixou de ter a característica desértica que possuía no final do Cretáceo; o solo se empobreceu, passando a ter poucos nutrientes, assim há 35 milhões de anos (BARBOSA, 2003) foram reunidas as característicasessenciais para a formação do mais antigo dos ambientes da Terra: O Cerrado.
O relevo do cerrado é predominantemente planáltico, plano e suave-ondulão, estendendo-se pelos chapadões centrais da América do Sul e pelos baixos chapadões da
Amazônia (AB’SÁBER, 1977). Cerca de 50% de sua área encontra-se em altitudes que ficam entre 300 e 600 m acima do nível do mar; apenas 5,5% vai além de 900...
tracking img