Ccd em fase reversa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9802 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Alagoas
Instituto de Química e Biotecnologia
Programa de Pós-graduação em Química e Biotecnologia

PERFIL CROMATOGRÁFICO DOS EXTRATOS
BRUTOS DAS SEMENTES DE Annona muricata L. E
Annona squamosa L. ATRAVÉS DA CROMATOGRAFIA
LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA.

Milena Duarte Lima
Dissertação apresentada
ao PPGQB da Universidade Federal
de Alagoas como parte dos requisitosnecessários para obtenção do título de
Mestre em Química e Biotecnologia.

Orientador: Prof. Dr. Antônio Euzébio Goulart Sant’Ana

Maceió, julho de 2007

“Se vi mais longe foi por me erguer sobre os ombros de gigantes.”

Isaac Newton
__________________________________________________

Dedico este trabalho a
Dennis Imbroisi
e a minha filha Ana Beatriz.

Este trabalho contoucom o apoio
financeiro das seguintes instituições:
Universidade Federal de Alagoas,
CAPES, CNPq e FAPEAL
A todos o meu muito obrigada.
__________________________________________________

Agradecimentos
A Deus e a todos que de forma direta e indireta contribuíram para
execução deste trabalho e em especial:
A minha família pelo exemplo de amor e dignidade.
Ao Prof. Antônio Euzébio GoulartSant’Ana pelos ensinamentos e
orientação, além da seriedade com que conduziu este trabalho.
Ao amigo Daniel de Melo Silva pelo incentivo e amizade.
Aos colegas do Laboratório de Pesquisa em Recursos Naturais: Edjane,
Ana Lucila, Luciana, Amélia, Emília, Cristiane, Beatriz, Natália, Monique, Samila,
Williams, Élica, Rose, João, Rui, André, Jéferson, Carlos e Edilson.
A Prof. Quezia B. Casspela oportunidade de trabalhar ao seu lado, pelo
rico

aprendizado

em

cromatografia

líquida

e

principalmente

pelo

encorajamento, amizade e preocupação, durante minha passagem por seu
laboratório.
Aos amigos que fiz no Laboratório de Síntese Orgânica e CLAE da
UFSCar que muito me ajudaram na realização deste trabalho e que me
proporcionaram uma agradável convivência:Ângela, Vanessa, Alexandre,
Bianca, Carmen, Lúcia, Marcela, Mariana, Fernando, Fernando 24, Roberta,
Juliana, Kênia, Patrícia, Tiago.
Aos colegas do Laboratório de Síntese (LASO) pelo uso do laboratório e
pelos bons momentos proporcionados: Carmen, Cley, Chico, Nívea, Roberta e
Will.
A todos os professores do Instituto de Química e Biotecnologia, pela
formação acadêmica.

Sumário
1.INSETICIDAS DE ORIGEM VEGETAL ................................. 1
1.1. Piretróides ........................................................ 4
1.2. Rotenóides ....................................................... 7
1.3. Rianóides ....................................................... 10
1.4. A busca por novos inseticidas naturais ....................... 10

2. ESPÉCIES VEGETAIS.................................................. 12
2.1. Família Annonaceae ............................................ 12
2.2. Acetogeninas de Annonaceae ................................. 12
2.2.1. Classificação das acetogeninas ........................ 13
2.2.2. Atividades biológicas ................................... 15
2.2.3. Relação estrutura x atividade ........................... 16
2.3. GêneroAnnona ................................................. 17
2.4. Annona squamosa L. ........................................... 17
2.5. Annona muricata L. ............................................. 19

3. CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA (CLAE) ...... 20
3.1. CLAE X CG ..................................................... 21
3.2. Instrumentação................................................ 21
3.3. Modos de Separação .......................................... 23
3.3.1. Cromatografia de fase normal (CFN) ...................... 23
3.3.2. Cromatografia de fase reversa (CFR) ..................... 23
3.3.2.1. Triângulo de seletividade de solventes .......... 31

i

3.3.3. Cromatografia de compostos iônicos ...................... 34
3.3.4. Cromatografia de troca iônica...
tracking img