Caso exploradores de caverna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1650 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS

































INTRODUÇÃO.....................................................................................................03
DESENVOLVIMENTO........................................................................................04
CONSIDERAÇÕESFINAIS.................................................................................05
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA............................................................................06












































1. INTRODUÇÃO





A obra original foi escrita em inglês por Leon L. Fuller e foi traduzida para o português por Plauto Faraco de Azevedo. O livro conta o deslinde de umcaso que ocorreu na Suprema Corte de Newgarth. Trata-se de quatro exploradores de cavernas, membros da Sociedade Espeleológica (Organização Amadora), que adentram numa caverna localizada em Commonwealth e lá ficaram presos. É este fato que inicia o drama da história. Após dias sem água e alimento, o desespero chega a seu ápice quando Roger Whetmore sugere que um deles seja sacrificado em prol dosdemais. Apesar da apreensão, o grupo concorda em matar um colega e comê-lo para que não morressem diante dessa adversidade. Tiraram a sorte e assim foi feito. Roger Whetmore foi morto por quatro colegas. Os sobreviventes conseguem sair da reclusão graças aos esforços da equipe de resgate, mas logo foram indiciados por assassinato. Foram condenados em primeiro grau, resultando em recurso deapelação.A obra é constituída pela narrativa de um caso jurídico verídico que ocorreu na Idade Média, "Idade das Trevas" e também das penas cruéis. O escopo dessa leitura é fazer com que os operadores jurídicos e as demais pessoas que tenham acesso à obra façam uma crítica ao modo como foi realizado o processo e a aplicação da respectiva pena, tendo em vista, o contexto da Constituição de 1988 que trouxe oprincípio da dignidade da pessoa humana, a despatrimonização do Novo Código Civil e a regra do in dúbio pro réu que serve de diretriz para o Direito Penal.
2. DESENVOLVIMENTO


O Caso dos Exploradores de Caverna Lon L. Fuller1-Resumo

Cinco integrantes de uma organização amadorística de exploradores de cavernas, ficam presos ao fazerem uma escavação em que ocorre um desmoronamento. Nomomento que tentaram ser resgatados, acontece outro desabamento e dez operários, contratados para resgatá-los, morrem soterrados.Quando ficaram sem mantimentos fizeram um acordo entre si: quem perdesse na sorte, entre os cinco, teria sua vida tirada para servir de alimento para os demais, para que não morressem de inanição, acordo sugerido por Roger Whetmore.Ao serem resgatados, descobriu-se que RogerWhetmore fora morto e servira de alimento aos outros exploradores.Os sobreviventes são processados e condenados a morte pela forca, pelo assassinato de Roger. Os acusados recorrem da decisão. Foram julgados então por mais quatro juízes, que expuseram seus argumentos,deram dois votos a favor da absolvição(Foster e Handy), um os condenou(Keen) e outro se recusou a participar da decisão docaso(Tatting), contando com o voto do presidente do Tribunal de Primeira Instância(Truepenny), dá-se o empate e a sentença condenatória foi confirmada. Os acusados foram mortos na forca.
2-Personagens
•Roger Whetmore
•Os quatro exploradores
•Presidente do Tribunal Truepenny
•Juiz Foster
•Juiz Tatting
•Juiz Keen
•Juiz Handy

3-Argumentos do Caso
Foster, J. –
•O juiz Foster tem uma visão maisvoltada ao “senso comum”, julgando os acusados de forma que, tendo em vista o trauma que já sofreram na caverna, são inocentes. Impõe a idéia de que os acusados estavam fora de uma abrangência territorial por estarem presos na caverna, e encontravam-se não em um “estado de sociedade civil”, mas em um“ estado natural” e que a lei que deve ser-lhes aplicada não era a civil, mas a lei natural.
•Expõe...
tracking img