Cases

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3839 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
HABIB’S FAST-FOOD
Quando a rede Habib’s inaugurou, em 1988, sua primeira loja em São Paulo, o mercado de alimentação não imaginaria o crescimento vertiginoso que o Habib’s iria trilhar na última década, alcançando a marca atual de mais de 300 endereços distribuídos pelo Brasil, o que colocou a marca como a maior rede de fast-food genuinamente brasileira e a segunda maior rede de fast foodoperando no Brasil.
Certamente, seu fundador, Alberto Saraiva, não tinha a dimensão de que a estratégia que ele implementou, responsável pelo sucesso do grupo. Trata-se de um dos modelos do atual contesto organizacional. Este modelo ficou conhecido como “low fare, low cost”. Trata-se de uma estratégia em que as organizações adotam uma poderosa combinação de baixo preço e alta qualidade.
Mas como oHabib’s conseguiu ser bem sucedido nes¬se contexto, já que existe um risco da mercadoria barata ser sinônimo de mercadoria com baixa qualidade? Quais são os pilares desse negócio? O que sustenta a estratégia da rede? Essas e outras questões serão abordadas neste material.
A partir da análise da evolução da rede, serão apresentados a estrutura do grupo, as estratégias de marketing e comunicação eseus impactos junto ao seu consumidor.
O NEGÓCIO HABIB’S E SUA EVOLUÇÃO
A trajetória de crescimento do Habib’s tem-se firmado por meio da implementação de muitas iniciativas: atendimento 24 horas em alguns pontos; utilização do sistema franchising; abertura de lojas em outros estados; realizações de parcerias, como as com a Coca-Cola e a gigante Warner Bros; investimento em comunicação eposicionamento em preço baixo; inovação contínua de produtos e serviços; criação do Serviço de Relacionamento com o Cliente, batizado de “Alô Tia Eda”; criação de um exclusivo serviço de entregas, denominado “Delivery 28 Minutos”; e a instituição do dia 16 de outubro como Bib’s Dia Genial, em que toda renda obtida com a venda das esfihas é destinada para o auxílio a entidades sociais. Concomitante. Aliadoa estes fatores está a influência do fundador da rede, Alberto Saraiva: o executivo gerencia o negócio com “mão de ferro”.
Após mais de 20 anos de operação, a empresa apresenta números respeitáveis: 120 milhões de consumidores/ano, além de 12 mil funcionários diretos, parte es¬sencial do sucesso Habib’s. Segundo Saraiva, essa condição foi atingida graças ao “nível de profissionalização que oHabib’s instituiu em seu segmento e às constantes e necessárias inovações para atender plenamente o cliente. A estratégia sempre esteve aliada ao trinômio de preços baixos, variedade e alta performance em qualidade”.
Para atingir o objetivo de oferecer aos clientes preços baixos, é indispensável um foco na gestão dos custos da organização. O Habib’s escolheu caminhos bastante peculiares para atingirseu objetivo: quando todo o ideário do management atual diz que as organizações devem focar seus esforços em suas competên¬cias centrais, terceirizando o que não está atrelado diretamente ao negócio, o Habib’s escolheu caminho inverso: verticalizou boa parte de sua cadeia produti¬va. “Quem quer ser líder de mercado em algum setor tem de verticalizar (...) porque é a melhor maneira de conseguirpreço baixo com boa qualidade” – conclui Saraiva. (HSM Management, maio/junho 2004).
Como resultado desta estratégia, hoje o Habib’s é proprietário de nove centrais de manipulação e dis¬tribuição dos itens do cardápio, nas principais regiões do país. Possui, ainda, Padaria industrial (Arabian Bread), Sorvetes (Ice Lip’s e Portofino), Laticínios (Promilat), Contact Center (VOXLINE), Propaganda eMarketing (PPM), Engenharia e Projetos (Vector 7), Franquia (Franconsult), Consultoria Imobiliária (Planej) e uma estrutura de apoio às lojas, composta pe¬los departamentos de recursos humanos, controle de qualidade, controle operacional, implantação de lojas, planejamento mercadológico e sistemas, captação de pontos, franquia e comunicação corporativa.
Além da gestão dos custos, essa estrutura...
tracking img