Casemiro de abreu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
E.M. Dr. Leandro Franceschini

Casemiro de Abreu











Sumaré, Abril de 2013



E. M. Dr. Leandro Franceschini

2°A – Informática.

Nomes: Adrielly B. De Souza –n°01
André Vitor Barriquelo – n°06
Camila Ap. O. Da Silva – n°08
Daniel Oronzo Rios– n°09



* Trabalho do 1° bimestre utilizado como instrumento de avaliação deportuguês, utilizado pela professora Angelina.














Sumário
Dados Biográficos4
Temática da(s) obra(s) 4
Principais Obras5
Romance5
Conclusão7
Bibliografia8




















Casemiro de Abreu

Dados Biográficos
Casimiro José Marques de Abreu nasceu no dia 4 de janeiro de 1839 em Silva Jardim, Rio de Janeiro emorreu no dia 18 de outubro de 1860, em Nova Friburgo. Filho de comerciante e fazendeiro português José Joaquim Marques de Abreu e de Luísa Joaquina das Neves.
Em 1853 viajou com o pai para Portugal, em Lisboa iniciou a atividade literária, publicando um conto e escrevendo a maior parte de suas poesias, exaltando as belezas do Brasil e cantando, com inocente ternura e sensibilidade quase infantil,suas saudades do país. Lá compôs também o drama Camões e o Jau. Ele só tinha dezessete anos, e já colaborava na imprensa portuguesa. Em 1857 sua vocação foi contrariada por seu pai, que o obrigou a trabalhar em sua loja, privando-o das oportunidades de desenvolver sua vocação artística. Doente de tuberculose buscou alívio no clima de Nova Friburgo. Sem obter melhora, recolhe-se à fazenda deIndaiaçu, em São João, aonde veio a falecer, seis meses depois do pai, faltando três meses para completar vinte e dois anos.

Casemiro de Abreu

Temática da(s) obra(s)

Sua obra, aliás, é quase toda tomada pelo tormentoso conflito entre o desejo e o medo, a realidade perturbadora e a pureza da infância, da natureza e dos sonhos, gerando a tristeza, a melancolia e o depressivo desejo de morte. Asaudade também é largamente cantada em seus versos, acentuando desde as dores da distância da pátria e da família, até a distância da infância, onde o poeta lamenta a pureza e os sonhos perdidos. A obra de Casimiro de Abreu, no entanto, carece de uma linguagem mais rica e um estilo mais criativo, aprofundado.
Sua poesia, entretanto, agradou muito a leitores menos exigentes e donzelas ávidas porpalavras e versos de amor, mas nunca chegou a ter a riqueza de imagens tão pouco se aproxima dos versos mais irônicos e satânicos. Sua virtude está em exprimir e traduzir de uma forma pura e delicada todos os sentimentos e emoções mais latentes de um povo que ainda cantava as glórias da independência e a grandeza da pátria, o que lhe atribuiu fama e popularidade fácil.

Principais Obras:Casemiro de Abreu escreveu poesias como: Primaveras, Meus Oito anos .No teatro: Camões e o Jau. Na prosa poética: A virgem loura, Páginas do coração. E no romance Carolina ,Camila (inacabado),Amor e Medo.

Meus oito anos
“Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonho, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombradas bananeiras,
Debaixo dos laranjais!”

Esses versos, que compõem a primeira estrofe do poema Meus Oito Anos, tornaram-se os mais conhecidos da obra de Casimiro José Marques de Abreu, poeta que integra a chamada 2ª geração do Romantismo brasileiro.
Comentário
Os versos tocam no fundo dos corações e mentes de quem teve infância e adolescência.
Este poema é antológico, e marcou para semprena literatura o sentimento poético inesquecível de Casemiro de Abreu.
Há nele um idealismo, o eu-lírico privilegia sua infância, mostrando o quanto ela era melhor. Em um aspecto social o romantismo não buscava retratar a realidade, mas sim idealizava, como já foi escrito. Deste modo temos a visão de uma infância "perfeita", a ponto de ser desejada novamente. Em nenhum momento o eu-lírico...
tracking img