Carta do filme a menina no pais das maravilhas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Natal, 11 de abril de 2011
Prezado colegas,
Ao assistir o filme “a menina no país das maravilhas” publicado em 2008. EUA. Direção e roteiro: Daniel barnz, que fala de uma menina,diferente das outras crianças, quebra todas as regras com seu comportamento próprio que a princípio não é compreendido pelos colegas, professores e os pais. A imaginação para ela émelhor que a realidade, há liberdade no país das maravilhas. Não há regras, como na escola que não permite questionamentos, a menina se sente rejeitada e culpada pelos acontecimentos em suavida.
Emocionei-me muito com Phoebe. Ela é uma menina sensível, e muito ansiosa, essa ansiedade chamou minha atenção, pois para superar essa ansiedade ela se machucava, e tambémnão sabia controlar essa ansiedade. Nesses momentos onde ela se machucava fiquei muito angustiada ao ver Phoebe clamar por ajuda.
Portanto o filme também mostra as frustrações dos paisque são naturalmente passadas para as filhas. A filha menor não passa pelos mesmos problemas de Phoebe, mas tem carência de afeto, enquanto os pais se culpam e se agridem não percebemque a filha caçula também necessita de atenção. Nesse momento sofri com toda frustração dos pais, como também fiquei surpresa que com a filhar menor, pois ela entendia que sua Irmãnecessitava de ajuda.
Phoebe não tem controle do que faz, do que fala o único lugar onde não se vê diferente, é na aula de teatro. A rejeição dos colegas, a faz piorar cada vez mais,passando assim por transtornos de comportamento e angústias. A incompreensão das pessoas ao castrar seus sonhos. Faz com quer ela se esconda cada vez mais em seu mundo de fantasias.Portanto ao terminar o filme percebi que é um filme bastante emocionante. E ao longo do filme, me emocionei muito com Phoebe, como também sentir angustia, e sofrimento

Atenciosamente,
tracking img