Carga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 110 (27304 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2008

AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A.
CNPJ nº 02.016.440/0001-62 · Companhia Aberta
w w w. a e s s u l . c o m . b r

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2008
Prezados Acionistas, A administração da AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. (“AES Sul”), em conformidade com as disposições legais e estatutárias, submete à apreciação de V.Sas., o Relatório daAdministração e as Demonstrações Financeiras da Companhia, acompanhado do parecer dos auditores independentes, referentes ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2008. VISÃO GERAL No ano de 2008, a AES Sul registrou importantes avanços em todas as áreas. Esse desempenho foi resultado da dedicação, do comprometimento e da capacidade de seus profissionais. A Companhia recebeu o reconhecimentoda sociedade através das premiações da ANEEL e ABRADEE. Pela ANEEL, a AES Sul foi considerada a melhor distribuidora da região Sul no indicador IASC e pela ABRADEE foi considerada a terceira melhor distribuidora do Brasil. Além disto, após sucessivas melhorias nas práticas de gestão, a Companhia recebeu o Troféu Bronze, concedido pelo PGQP (Prêmio Gaúcho da Qualidade e Produtividade) e recebeu avisita do PNQ (Prêmio Nacional da Qualidade). Repetindo o ocorrido em anos anteriores, a AES Sul foi reconhecida como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar, de acordo com pesquisa realizada pela revista Exame, em parceria com a FIA/USP. Na área regulatória, a Companhia finalizou com sucesso o processo de revisão tarifária o qual ocorre a cada 5 anos. Na área de segurança, reduziusensivelmente os seus indicadores com trabalhadores próprios e terceiros. Isto se deve às ações implantadas ao longo do ano, entre as quais os programas Tolerância Zero, Imprudência Nunca Mais e Líder em Ação. Considerando os aspectos financeiros, a Companhia recebeu em junho uma nova avaliação no seu grau de risco, o qual atingiu brA- de acordo com avaliação de rating da Standard & Poors. CONTEXTOSETORIAL O setor elétrico brasileiro tem suas diretrizes estabelecidas pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Além desses organismos, destacam-se, dentre os principais agentes institucionais, o Operador Nacional do Sistema (ONS), que tem a atribuição de coordenar e controlar a operação do Sistema Interligado; a Câmara de Comercializaçãode Energia Elétrica (CCEE), responsável pela comercialização de energia no Sistema Interligado e, sob delegação da ANEEL, realiza os leilões de energia elétrica; e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que desenvolve os estudos e pesquisas para o planejamento do setor. O atual modelo do setor foi elaborado com três grandes objetivos: - Garantir a segurança do suprimento de energia elétrica; -Promover a modicidade tarifária; - Promover a inserção social no Setor Elétrico Brasileiro, em particular pelos programas de universalização de atendimento. O modelo prevê que todas as distribuidoras e os consumidores livres devem contratar a totalidade da demanda, de forma a manter o suprimento de sua carga, bem como estudar novas fontes alternativas de energia e a contratação de novas usinashidrelétricas e termoelétricas para continuidade e segurança de suprimento. Para promover a modicidade tarifária, o modelo prevê a compra de energia elétrica no ambiente regulado por meio de leilões - observado o critério de menor tarifa, com o intuito de reduzir o custo de aquisição da energia a ser repassada aos consumidores cativos. Atendendo o objetivo da inserção social, foram criados os Programasde Universalização e Luz Para Todos, os quais buscam criar condições para que todos os cidadãos sejam beneficiados com a eletricidade. Ainda neste sentido de inserção social, sobreveio o subsídio ao consumidor de baixa renda, que possibilita aos consumidores menos favorecidos adquirir energia a um custo menor. O setor elétrico está em constante desenvolvimento, tanto técnico quanto legislativo,...
tracking img