Capitalismo tardio e sociabilidade moderna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1860 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capitalismo tardio e sociabilidade moderna – Resumo da obra de João Manuel Cardoso de Mello e Fernando ª Novais

No período pós-guerra começa os novos processos de industrialização, instalação de setores tecnologicamente mais avançados, migração e urbanização e a mudança do modelo econômico, social e político de desenvolvimento no Brasil. Fato que cambiou drasticamente a forma de viver dobrasileiro.
Os novos padrões de consumo, o grande processo de modernização da fabricação e industrialização da matéria prima, alimentos, têxtil, confecções, calçados, bebidas, móveis, farmacêuticos, eletrodomésticos, produtos de beleza e ampliação rodoviária. Todos levam ao ato do “consumismo”. Podemos citar o caso do predomínio esmagador do alimento industrializado no lugar do natural.
Conforme oconsumismo aumenta, criam-se novos ambientes e maneiras de até os menos favorecidos participarem dessa nova prática. O sistema de comercialização apresenta novos formatos, como o supermercado, que uniu as fragmentadas formas de venda de alimentos, como a venda, o armazém, o açougue, a peixaria, as quitandas, vendedores ambulantes com carrinho, caminhãozinho, carrocinha, entre outras... Ou seja, Osupermercado ofereceu num só lugar aquilo que só podia achar em lugares distintos. Ainda temos o “shopping center” (traduzindo as palavras temos: compras e centro, podendo definir então como “centro de compras” ou “centro comercial”), o nome já é encarregado de definir sua função: Um verdadeiro arsenal do consumo e do lazer, possuindo variadas lojas que vendem praticamente de tudo que se podeimaginar, cinemas, doceiras, cafés, lanchonetes e o também americanizado “fast-foods” (traduzindo as palavras temos: rápido e comida, podendo definir como “comida-rápida”), hábito que denota o fator tempo, já que o capitalismo exacerbado mostra que se deve agir rápido e correr contra o tempo para melhor se estabilizar nesse novo sistema. Portanto, nessa mesma época criasse a prática de “comer fora”.Houve também a criação das grandes cadeias de lojas de eletrodomésticos e revendedores de automóveis, que buscavam justamente clientes de baixa renda como público alvo.
Dentro desses novos meios de acesso há a criação do variados produtos de beleza, além dos produtos mais eficazes para limpeza e higiene pessoal. O que atinge primeiro o público feminino, e mais tarde, vagarosamente o públicomasculino. Tudo organizado de forma que tanto o mais rico quanto o mais pobre tenha seus respectivos produtos para consumo.
Passa existir a variação de roupas, quebrando paradigmas e dogmas antigos. As roupas vão se padronizando de tal forma que passa a diminuir as restrições rígidas do que usar nos distintos lugares que se vai.
Mesmo que com certo atraso, O Brasil acompanha o progresso daindústria farmacêutica (já destacada acima), acontecendo a substituição dos produtos naturais para os farmacoquímicos. Sucede uma verdadeira revolução dos antibióticos, que ajuda a combater doenças que aterrorizavam os brasileiros.
O Brasil serve de vitrine para laboratórios estrangeiros, uma vez que possui uma grande contribuição de lucro para o segmento da indústria farmacêutica. Já que combina doisquadros nosológicos:
• “Doenças do progresso” (ricos)
• “Doenças do atraso” (pobres)
Em suma, todas essas variações do consumo apontavam para os movimentos da sociedade.
Aparece a visão de superioridade da cidade em relação ao campo.
[pic]
• L = Latifundiários
• M = Médios proprietários
• F = Propriedade familiar• P = Plebe; posseiros, pequenos proprietários, assalariados, extremamente pobres ou miseráveis.

Todos, de certa forma, estavam interligados ao capitalismo, todavia, os mais necessitados ainda viviam num sistema muito próximo ao feudalismo.
A vida social girava em torno da família conjugal. O amor romântico, como critério da escolha do cônjuge, ia substituindo a determinação...
tracking img