Candida mastite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1419 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Minas Gerais

Escola de Veterinária

Departamento de Tecnologia e Inspeção de leite e derivados

Disciplina tópicos especiais – Qualidade do leite

Professora Mônica Maria Oliveira Pinho Cerqueira





















Candida como agente de mastite



















Lorena Lorraine Melclias Martins Silva


INTRODUÇÃOA mastite é uma inflamação da glândula mamária que pode ser oriunda de traumas e infecções por bactérias, fungos ou leveduras. Candida é uma levedura que pode causar mastite quando há um desequilíbrio na flora normal do teto. A mastite causada por este microrganismo ou outros gera danos a saúde do dedo e prejuízos a cadeia produtiva do leite.




CANDIDA SPP. E A MASTITE

ACandida spp. é uma a levedura que compreende cerca de 200 espécies na natureza, é o gênero predominante envolvido nos casos subclínicos de mastite, há variação quanto às espécies envolvidas e quanto às taxas de infecções entre os diferentes rebanhos (COSTA, 2008). Este microrganismo cresce a 37ºC em ambiente anaeróbio (QUINN 2005).
Candida albicans é a principal espécie do gênero, é considerado opatógeno mais importante para o gado leiteiro, e comumente encontrada nos casos de mastite bovina. A patogenicidade da levedura é dependente das condições do hospedeiro, onde as principais causas que favorecem o desenvolvimento de C. albicans refere-se as avitaminoses, desequilíbrio nutricional, presença prévia de infecções virais ou bacterianas, condição imunológica, idade, doenças metabólicas,ação de drogas imunodepressoras e utilização de antimicrobianos intramamários por períodos prolongados (SOUZA 2003, BARDAL 2011).
As leveduras são agentes oportunistas comumente encontrados em locais úmidos e ricos em matéria orgânica, são componentes do trato gastrointestinal do animal, sendo inclusive isolados do epitélio de tetos de animais sadios, do equipamento de ordenha, do ambienteda sala de ordenha, das mãos dos ordenadores e instrumentos de manejo dos animais (COSTA 2008, CAVALCANTE et al, 2010 e BARDAL 2011).
A inoculação do agente causador de mastite pode ocorrer por via ascendente (via canal do teto) ou a partir de traumatismos cutâneos no teto e/ou no úbere (COSTA, 2008 e SPANAMBERG et al , 2009).
Na última década, os casos de mastite ambiental causadapor patógenos emergentes, como as leveduras, estão relacionados com as mudanças ocorridas nos sistemas de produção de leite e com os programas de controle da mastite bovina, onde o tratamento de casos clínicos de mastite era feito de forma empírica, utilizando vias e posologias inadequadas, sem conhecer os agentes envolvidos e sua sensibilidade, utilização de medicação intramamária por pessoaspouco qualificadas que desconheciam os princípios básicos de assepsia e de anti-sepsia necessários. Estes fatores são pontos favoráveis à introdução de microrganismos na glândula mamária (COSTA, 2008).
O aparecimento de mastite causada por leveduras pode ocorrer quando o animal apresenta stress levando a imunossupressão, ou em casos de doenças concorrentes, mau funcionamento do sistema de ordenha,ou manejo inadequado da ordenha, da falta de higiene e limpeza das instalações e dos equipamentos, além do uso prolongado de terapia antimicrobiana por via intramamária, uso de alimentos ricos em glucose e maltose, deficiências vitamínicas e senilidade (QUINN 2005, SPANAMBERG et al 2009 e PEREIRA 2009).


A mastite reduz a qualidade e quantidade de leite produzido. Sendo sua origem decausas primarias ou secundárias que são manifestadas em forma de surtos de casos clínicos, sejam isolados ou em vários animais, geralmente de curta duração, frequentemente com manifestação aguda e com maior concentração nos momentos do pré e pós-parto imediato (SPANAMBERG et al , 2009).
A detecção de Candida spp. no leite ocorre sem patogenia associada, embora possa causar mastite nas formas...
tracking img