Canal do rio granjeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI – URCA

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇAO CIVIL

HIDRÁULICA APLICADA

Wandenúsia de Oliveira Silva

CANAL DO RIO GRANJEIRO

JUAZEIRO DO NORTE – CE

SETEMBRO/2011

SEMESTRE IV

CANAL DO RIO GRANJEIRO

O trabalho sobre o canal do Rio Granjeiro apresentado à disciplina de Hidráulica Aplicada, na Universidade Regional doCariri-Urca, tem como pré-requisito para obtenção de nota na referida disciplina.

Orientador: Prof. Renato F. de Oliveira

Juazeiro do Norte – CE

Setembro/2011

AGRADECIMENTOS

Agradecemos a Deus pela oportunidade que tivemos para chegar até este ponto e pela força que nos dá para sempre continuar. Agradecemos a todos que nos instruíram e apoiaram durante o desenvolvimento destetrabalho.

"A água anônima sabe todos os segredos. A mesma lembrança sai de todas as fontes." (Gaston Bachelard)

RESUMO

O seguinte trabalho apresenta alguns estudos em campo e observações técnicas a respeito do canal do Rio Granjeiro na cidade do Crato/CE. Na madrugada de sexta-feira no dia 28/01/2011, parte da cidade do Crato-CE foi inundada pela forte chuva de 162 milímetros. O trabalhoapresenta fatores que tem causas direta ou indireta no canal e o problema de transbordamento. Para entendermos melhor é preciso compreender que a cidade do Crato tem ao seu redor a chapada do Araripe possuindo alta declividade, ajudando a desenvolver ainda mais uma velocidade considerável e maior vazão da água. Também foi desenvolvido um breve histórico da cidade do Crato sobre sua localização,vegetação e clima.

1. INTRODUÇÃO

Colocando pesquisas em prática e levantando dados, com base no mapa de localização do canal, relatório fotográfico e relatório técnico foram encontrado 34 estações no qual escolhermos duas seções (seção E=0 e seção E=34) para adotar o valor de rugosidade de Manning, calculado a declividade dos taludes, velocidade média de escoamento das águas e a indicação doperíodo de retorno da chuva.
O trabalho apresenta o detalhamento dos impactos ambientais, características da situação da bacia, como também os fatores que contribuem para degradação de algumas áreas, fatores esses naturais e socioambientais. Apresenta também dados obtidos por órgãos públicos (SEINFRA, COGERH e IBGE) e empresa privada (CORAL).

2. LOCALIZAÇÃO

A cidade do Crato/CE foi fundadaem 21 de junho de 1764 (247 anos), localiza no interior no Ceará no sopé da Chapada do Araripe no extremo-sul do estado e na Microrregião do Cariri, integrante da Região Metropolitana do Cariri a 588 km da capital Fortaleza. Faz limite ao norte Farias Brito; a leste Caririaçu, Juazeiro do Norte e Barbalha; a oeste Nova Olinda e Santana do Cariri e a sul Exu e Moreilândia no estado de Pernambuco.Possui uma área total: 1 009,202 km² e Urbana: 4,9059 km², população de 131462 hab (IBGE/2010), densidade 120,354 e altitude 426m.

3. CLIMA

A pluviosidade no município é de 1090,9 mm anuais, com chuvas concentradas de janeiro à abril com temperaturas que variam, conforme a época do ano e local, de mínimas de aproximadamente 15 °C até máximas de 35 °C. As médias térmicas Mensais, noentanto, giram entre 24 °C e 27 °C na zona urbana, isto é, não considerando as áreas mais altas da Chapada do Araripe, onde as temperaturas são mais frias devido à altitude.

4. VEGETAÇÃO

De acordo com dados oficiais do governo, a vegetações no território do Crato é: carrasco, floresta caducifólia espinhosa, floresta subcaducifólia tropical pluvial, floresta subperenifólia tropical pluvio-nebulare floresta subcaducifólia tropical xeromorfa. A cidade do Crato possui grande biodiversidade, que está relativamente bem preservada graças à Floresta Nacional do Araripe, que foi a primeira floresta nacional estabelecida no Brasil, em 1946, e abrange parte do território de Santana do Cariri, Crato, Barbalha e Jardim, totalizando 39.262,326 hectares.

5. O SISTEMA DE DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS...
tracking img