Campo do conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL
PREFEITURA MUNICIPAL DE PENDÊNCIAS
ESCOLA MUNICIPAL MANOEL ALVES BEZERRA
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES
Setor de Coordenação Pedagógica
Pendências/RN

Macro-campo: Campo dos Conhecimento

Diretora: Claudia de Sousa Bezerra
Vice-diretor: Haroldo Silveira Bezerra
Supervisor: Francisco Diovécio da Silva Souza
Munitora:Angela Maria Fonsêca de Souza

Mulungu/2012

A EDUCAÇÃO INTEGRAL NA ESCOLA NO CAMPO DO CONHECIMENTO

“Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho.”
Paulo Freire

APRESENTAÇÃO
A Escola Municipal Manoel Alves Bezerra,atende a uma clientela carente que apresenta características de vulnerabilidade social, baixo índice de aprendizagem, distorção ano/idade, evasão e repetência.
Portanto, a proposta contemporânea de Educação Integral que vem sendo debatida, especialmente por meio do Programa Mais Educação, apresenta a intersetorialidade como a principal característica das políticas públicas e açõesgovernamentais que visam orientar a formulação e concretização dessa proposta.
O Programa Mais Educação busca promover a ampliação de tempos, espaços, oportunidades educativas e o compartilhamento da tarefa de educar entre os profissionais da educação, as famílias e os diferentes atores sociais. Isso porque, para além do processo de escolarização, a Educação Integral pressupõe aaprendizagem conectada à vida das crianças, adolescentes e a oferta de políticas públicas. Para transformar a escola num espaço onde a cultura local possa dialogar com os currículos escolares, é importante reconhecermos que as experiências educacionais se desenvolvem dentro e fora das escolas (Rede de Saberes, Mais Educação MEC/SECAD, 2008).
Dados Experiências recentes indicam o papel centralque a escola deve ter no projeto de Educação Integral, mas também apontam a necessidade de articular outras políticas públicas que contribuam para a diversidade de vivências que tornam a Educação Integral uma experiência inovadora e sustentável ao longo do tempo (Texto Referência para o Debate Nacional, 2008, p.7).
A discussão sobre Educação Integral como processo que abrange aintegralidade da pessoa humana e a de que a escola precisa levar isso em conta em seu projeto educativo vem sendo um discurso recorrente na história da educação
. Na atualidade, qualquer proposta de Educação Integral que se queira implementar precisa considerar um novo paradigma para a educação que, assumida como responsabilidade social, produza a mobilização de diversos atores sociais para ocompromisso coletivo com a formação integral de crianças, renovada de conceber uma educação que considere a integralidade do ser humano, do nosso aluno.

JUSTIFICATIVA

O Programa Mais Educação, aumenta a oferta educativa nas escolas públicas, por meio de atividades que foram agrupadas em macrocampos como: letramento, meio ambiente, cultura e artes e educomunicação, sendo esses macrocampostrabalhados inicialmente na Escola Municipal Manoel Alves Bezerra
O Programa visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, podendo reduzir a evasão, a repetência e as distorções de idade-série, qualificando a experiência educativa das crianças das escolas públicas de ensino fundamental, melhorando os índices de aprendizagem e promovendo a educação integral nas escolas municipais.
Emsuma, a educação integral dentro desta perspectiva pode transformar a escola em um contexto mais atrativo e adequado a realidade e as demandas de crianças, adolescentes e jovens. Além de ampliar tempos, espaços e conteúdos, buscando construir uma educação cidadã, com a contribuição de outras áreas sociais e organizações da sociedade civil.

OBJETIVO GERAIS:

Construir uma proposta de...
tracking img