caixa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
PORTFÓLIO DA UTA
EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA.
FASE II











ITAPEVI
2014




















ESTUDO DE CASO




Trabalho apresentado à disciplina Avaliação Escolar da UTA Educação, Ciências e Tecnologia Fase II, no Curso de Pedagogia a Distância do Centro Universitário Internacional UNINTER.

Tutor Local: MarliCosta
Centro Associado: Itapevi - SP











ITAPEVI
2014
Analise o estudo de caso relacionado abaixo a partir de determinada problemática apresentada. Segundo Anastasio e Alves (2003), “a estratégia de estudo de caso oportuniza a elaboração de um forte potencial de argumentação e refere-se tanto ao momento de construção do conhecimento da síntese”


CASO: Frederico tem 14 anos eestá no 9º ano do Ensino Fundamental. Este ano Frederico apresentou notas abaixo da média exigida na sua escola (70) na disciplina de matemática e, mesmo realizando recuperação em cada bimestre, não conseguiu alcançar a média para aprovação, pois no 1º bimestre, obteve nota 85; no 2º bimestre, 55; no 3º, 45; e, no 4º bimestre, 45. No exame final, Frederico precisava tirar nota 44 na única provaque realizaria e, embora tenha estudado bastante, estava muito nervoso e não conseguiu ir bem; tirou 32.
Nos outros anos de escolaridade cursados, o aluno sempre apresentou bom rendimento escolar e nunca ficou em recuperação; realizava as tarefas de casa e envolvia-se muito com a aprendizagem. Os pais de Frederico têm conversado constantemente com a pedagoga e com os professores do colégio, noentanto, eles têm apontado a reprovação como a solução para o problema de Frederico, pois acreditam que o garoto não se dedicou o suficiente aos estudos desde que começou a namorar. Os pais temem que a reprovação desmotive o filho.

Pergunta: Diante da situação exposta, é questionável a reprovação a melhor solução neste caso? Justifique.
Não acredito que a reprovação seja a melhor solução, poispercebemos que nos anos anteriores Frederico obteve boas notas, e que a partir deste ano suas notas escolares começaram a cair. Foi apontado que o mesmo realizou recuperação e mesmo estudando bastante não conseguiu obter boa nota, mesmo os pais acreditando que o menino não se dedicou o bastante por causa do namoro.
O professor tem que ser solidário com seus alunos e criar diferentes métodosavaliativos além da prova e utilizar outras ferramentas como: trabalhos, participação, seminários, trabalhos em grupo, desempenho em sala de aula.
Muitas vezes o aluno não estava preparado naquele dia para aquela prova, isto não significa que o aluno não tenha aprendido por isso a importância de conhecer cada aluno e de ter diversas ferramentas avaliativas.
A reprovação muitas vezes acabadesmotivando, cabe ao professor ser flexível e analisar cada aluno, tem aluno que aprende mais rápido do que o outro, mas todos têm condições para aprender cada um em seu momento.
Seg. Luckesi:O bom desempenho nos exames não significa que os alunos tenham compreendido os conceitos ministrados, e, sim que eles reproduziram um conceito até então memorizado para aquele momento, e que depois será esquecido.
“Aavaliação só nos propiciará condições para a obtenção de uma melhor qualidade de vida se estiver assentada sobre a disposição para acolher, pois é a partir daí que podemos construir qualquer coisa que seja.”.O professor tem que estar disposto a transformar a realidade do seu aluno, mas primeiro terá que aceitá-lo do jeito em que se encontra. Ao acolher esse sujeito está dando uma chance demudança, apresentando novos caminhos construirá, juntamente com ele, uma nova realidade.


.
IMPORTANTE: As equipes deverão buscar fundamentação teórica que justifique a solução apresentada.


























RELATÓRIO DE PESQUISA E PRÁTICA
PROFISSIONAL - MATERIAL DIDÁTICO


















ITAPEVI
2014


Pesquisa é um instrumento...
tracking img