Bullying

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BULYING NA ESCOLA: O PAPEL DO SUPERVISOR

Juliana da Silva Barbosa[1]

RESUMO


A questão máxima deste estudo é o papel do supervisor escolar frente ao bullying, fenômeno devastador presente em todas as escolas e que as tem transformado em ambientes violentos e, portanto, inseguros. O objetivo deste artigo é examinar as implicações do bullying no cotidiano escolar e a relevância deidentificar e combater esta epidemia, tendo em vista a qualidade do ambiente de ensino para a formação de cidadãos. Através de uma pesquisa bibliográfica, apreciou-se, principalmente, as contribuições de VENTURA e FANTE (2011) e SILVA (2010),com o intuito de destacar a relevância da saudável convivência entre os alunos, assim como a postura do supervisor escolar pode contribuir para alcançá-la.Concluiu-se a relevância da figura do supervisor como articulador de toda a comunidade escolar e mediador dos conflitos entre os alunos e seus pares para erradicar a evasão escolar e o baixo rendimento dos alunos, através do enfrentamento ao bullying.


Palavras-chave: Bullying. Alunos. Relações. Supervisor.

Introdução


Este trabalho tem como tema o papel do supervisor escolar frente aobullying entre alunos, problema presente em praticamente todas as escolas, seja da rede privada ou pública. Este fenômeno implica em agressões que tornam a escola um local violento e traumático, o que ocasiona o aumento das evasões escolares e diminuição do rendimento escolar, entre outras conseqüências. Assim, questionou-se neste artigo o que é o bullying e seus efeitos nos indivíduos envolvidos eque medidas o supervisor escolar pode tomar diante do fenômeno.
O presente estudo tem relevância científica, posto a relativa escassez de pesquisas e estudos realizados sobre o assunto. Falar abertamente sobre bullying é um trabalho que também tem seu papel social, uma vez que, com isso, pode-se evitar o desenvolvimento de doenças psicológicas, assim como o aumento da criminalidade.Percebe-se, atualmente, uma sociedade carente de respeito, de tolerância às diferenças, mergulhada no medo e na sensação desconfortável de impunidade, o que leva à necessidade de formar novos cidadãos, a começar pelos que estão em formação.
Há entre os autores um consenso de que o bullying é uma situação de violência e assédio, com motivações banais, que ocorre principalmente no ambiente escolare, na maioria das vezes, sem um adulto por perto. Esse fenômeno surgiu juntamente ao surgimento da escola, mas somente nos últimos anos passou a ser motivo de preocupação para as instituições de ensino e para a sociedade, mediante os resultados de estudos e pesquisas sobre o assunto. Para Ventura e Fante (2011) o fenômeno nada mais é que uma relação desequilibrada de poder entre alunos.
Osautores afirmam ainda que:


“Os estabelecimentos de ensino têm de constituir-se verdadeiramente em espaços onde os alunos se sintam seguros, confiantes, felizes e encorajados para desenvolverem, o mais possível, as suas competências pessoais, de sociabilidade e de cidadania.” (VENTURA e FANTE, 2011, p.18)




Sob este contexto, objetiva-se com este trabalho proporao supervisor escolar possíveis medidas para combater o bullying, por meio de pesquisa bibliográfica, desenvolvida através da apreciação minuciosa de publicações literárias. Este estudo não pretende esgotar o assunto, mas causar um incômodo que motive o desenvolvimento de novas pesquisas, trabalhos e estudos acerca do mesmo.


Desenvolvimento


Educação, do latim educatione,significa desenvolvimento, aperfeiçoamento das capacidades intelectuais e morais de um indivíduo. Ela desenvolve-se na vida familiar, na vivência em comunidade, na sociedade, em expressões culturais e sociais públicas, no trabalho e nas instituições de ensino e pesquisa. Compete a toda sociedade, desde a família até o Estado, garantir uma Educação de qualidade, que é um direito de todos. A escola é a...
tracking img